...
Não perca Verão de lenço vermelho, o romance que foi banido na Rússia

Lançado pela Editora Seguinte, vamos conhecer mais de Verão de lenço vermelho, o romance que foi banido na Rússia. Aliás, escrito por um duo de autoras ucranianas-russas, emergiu como um dos livros mais vendidos de 2022 na Rússia. Mas, antes disso, vamos falar sobre Verão de lenço vermelho:

Não perca também- Resenha: Caçadores do coração perdido, de Jo Segura

Sinopse:

Veja mai sobre Verão de lenço vermelho, o romance que foi banido na RússiaVinte anos depois de ter passado seu último verão no acampamento Andorinha, Iura decide voltar. Os tempos são outros: já não existe União Soviética, o muro de Berlim caiu, sua vida seguiu adiante. Então não é nenhuma surpresa que, ao chegar lá, ele só encontre ruínas. Ruínas repletas de memórias. Memórias daquele verão usando lenço vermelho no pescoço.

O verão em que participou do clube de teatro — e até acabou gostando. Em que inventou histórias de terror para divertir as crianças mais novas. Em que passeou de barco e deitou sob a sombra do salgueiro. O verão em que conheceu Volódia, um rapaz certinho, educado e muito inteligente. O verão em que viveu seu primeiro amor. Talvez, enterrada ali em algum lugar, exista alguma pista que o leve até Volódia. Afinal, algumas pessoas marcam nossa vida para sempre — e, mesmo décadas depois, ainda vale a pena lutar por elas.

Qual é a polêmica de Verão de lenço vermelho?

De fato, Verão de lenço vermelho foi escrito por um duo de autoras ucranianas-russas, emergiu como um dos livros mais vendidos de 2022 na Rússia. Alcançando a primeira posição nas listas de best-sellers por várias semanas. Publicado por uma editora independente, o livro de Katerina Silvánova e Elena Malíssova rapidamente se tornou uma sensação entre os jovens leitores russos. Especialmente impulsionado pelo TikTok, onde se transformou em um verdadeiro fenômeno.

No entanto, o sucesso do livro também trouxe consigo uma onda de ódio. Em maio de 2022, ativistas e políticos anti-LGBTQIAP+ lançaram uma campanha para banir o livro. As críticas giravam em torno da ideia de que a obra “desfigurava a ideia do que era a União Soviética”, “promovia valores ocidentais” e continha “propaganda LGBT”. As ameaças e a pressão crescente forçaram as autoras a deixar o país, buscando segurança diante das ameaças de morte. Mesmo assim, em agosto de 2022, foi anunciada uma sequência para o livro.

E houve uma sequência:

O anúncio da sequência intensificou ainda mais o descontentamento da extrema direita russa, resultando em novas ameaças às autoras e à editora. O Parlamento Russo começou a elaborar uma legislação mais rigorosa, visando criminalizar qualquer demonstração de homossexualidade em mídias, incluindo livros e filmes, inclusive entre o público adulto. Em outubro de 2022, desafiando o clima já hostil, a continuação de Verão de lenço vermelho foi publicada.

Em 5 de dezembro de 2022, a lei foi aprovada, banindo toda a literatura queer e qualquer menção a temas LGBTQIAP+ nas obras veiculadas no país. Esta legislação representou um golpe duro para a liberdade de expressão e os direitos LGBTQIAP+ na Rússia, silenciando vozes e histórias plurais.

Assim, a obra tornou-se símbolo de resistência e coragem. As autoras, mesmo exiladas, continuam a inspirar leitores ao redor do mundo com essa história de amor. A batalha contra a censura e pela aceitação continua, e a jornada dessa obra é um testemunho do poder da literatura em desafiar normas e abrir caminhos para um futuro mais inclusivo.

O próximo lançamento da Editora Seguinte:

No dia 23 de julho, essa obra polêmica com muita relevância estará disponível aqui no Brasil para entendermos e conhecercemos mais sobre o enredo. Ainda mais que contamos com tradução do russo de Yuri Martins de Oliveira.Como o New York Times definiu, “a relação entre Iura e Volódia, que floresceu mesmo em circunstâncias adversas, é descrita com ternura. No fundo, é uma clássica história sobre o poder do amor jovem em triunfar, mesmo que contra todas as probabilidades”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Livros para o Dia do Orgulho LGBTQUIAPN+ Filmes de romance icônicos na MAX Filmes de romance com Glen Powell Lista com todos os filmes com Barry Keoghan Fantasias que são volume único Doze indicações da Intrínseca para o Dia do Orgulho Geek Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias