Confira por que ninguém quer adaptar a série de livros "A Seleção".

Depois da notícia do cancelamento da produção, vamos falar por que ninguém quer adaptar a série de livros “A Seleção”. Após três anos de desenvolvimento, a Netflix engavetou a obra de Kiera Cass e foi a própria autora que anunciou a decisão da plataforma. Por isso, vamos comentar o motivo no qual foi o projeto de “A Seleção” foi encerrado:

Tudo começou em 2020…

O anúncio de que adaptação aconteceria, foi em 2020. A Variety noticiou que a cineasta saudita Haifaa Al-Mansour dirigiria o filme, com produção de Denise Di Novi. Além disso, Kiera Cass fez uma publicação comentando que os roteiros estavam em desenvolvimento. Quem ficaria no comando pela parte textual seria Katie Lovejoy, a mesma roteirista que adaptou “Para Todos os Garotos: Agora e Para Sempre” (2021). Mas, nomes para o elenco não chegaram a ser anunciados.

Um ano depois, através de uma live em sua rede social, a autora comentou sobre tais roteiros, relatando que estavam tentando chegar em algo que fosse um consenso do que querem apresentar neste filme. No entanto, a escritora contou na época que havia gostado muito da primeira versão do roteiro, mas que houveram elementos que ela desejava mudanças.

Veja os motivos do cancelamento da Netflix pra não adaptar a série de livros "A Seleção"
Kiera Cass é a autora da série de livros “A Seleção”

Anos se passaram e nada:

Logo depois, não houve mais comentários ou especulações da produção, nem escolha de elenco ou se algo ia, de fato, acontecer. Porém, 3 anos depois, finalmente tivemos algo, porém, com uma notícia triste. Kiera vem através das redes sociais anunciar que a adaptação não estaria mais em desenvolvimento. Em seu blog, a autora deu mais detalhes sobre a notícia:

Embora eles ainda mantenham os direitos cinematográficos por mais alguns anos, não há mais planos de produzir um filme ou série. […] Claro, se algo mudar no futuro, eu informarei vocês. Mas, por enquanto, não haverá filme de A Seleção'”

Mas, por que ninguém avança com o projeto?

Em nenhum momento o motivo foi explicitado, contudo, analisando tudo que foi feito até o momento, as opiniões sobre o andamento da história sejam um dos motivos. Até porque as mudanças no enredo oficial poderiam prejudicar os acontecimentos no futuro. Se isso for uma possibilidade, com certeza, Kiera não concordou e deve ter prolongado o andamento do projeto.

Alguns internautas até haviam comentado da greve dos roteristas, contudo, não há indícios que tenha prejudicado a obra. Porém, a produção não estava tomando rumos e falta de crença da própria plataforma na ideia foi o suficiente para encerar a situação. Como vimos, os direitos permanecem com a Netflix, e permanecerão durante alguns anos ainda. Se podemos ou não ter esperanças? Difícil dizer, agora de quem é a culpa? Nunca saberemos. A parte triste é que não poderemos ver nas telas uma história que tem mensagens fortes por trás.

Veja também: Adaptações de livros nacionais para filmes e séries

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO