Veja as polêmicas envolvendo a série da HBO, "The Idol"

Sendo uma série que não para de ser comentada nas redes sociais, vamos trazer todas polêmicas envolvidas com a produção de “The Idol”, da HBO. Para quem não sabe, a trama acompanha uma jovem artista em crise que adentra no submundo da indústria musical e começa a se envolver com o proprietário de uma boate. Mas, veio dessa obra foi diversas notícias sobre a equipe. Portanto, confira tudo das polêmicas de “The Idol”:

Como começou a treta?

“The Idol” estava em desenvolvimento por volta de junho de 2021, com Abel Tesfaye, Sam Levinson e Reza Fahim atuando como produtores executivos da série. Tanto que em novembro, a HBO encomendou definitivamante a série. Porém, em abril do ano passado, a diretora de The Idol, Amy Seimetz, deixou a série com supostamente 80% das cenas já filmadas.

No início de 2022, a Rolling Stone publicou uma análise detalhada sobre a produção da série, na qual entrevistaram 13 fontes que afirmaram que a série havia sofrido atrasos e reescritas. Uma delas disse que Seimetz recebeu roteiros incompletos e um cronograma apertado, afirmando: “Amy estava fazendo o melhor em uma situação impossível, mas ela iria perder de qualquer maneira. Honestamente, acho que a HBO lhe entregou uma pilha de merda.” Além disso, relatos do co-criador Abel Tesfaye, antes chamado The Weeknd, dizendo que sentiu que o programa estava indo muito para uma “perspectiva feminina”.

E assim, as mudanças vieram…

A HBO confirmou que haveria uma grande reformulação criativa e Sam Levinson, diretor de “Euphoria”, foi chamado para assumir o projeto. Diz-se que a produção passou por várias reescritas, refilmagens e Levinson teria adicionado mais nudez e conteúdo sexual “perturbador”, alterando a mensagem original do programa.

Uma fonte disse à publicação: “Era um programa sobre uma mulher que estava se descobrindo sexualmente, transformado em um programa sobre um homem que pode abusar dessa mulher e ela adora isso.” Outra pessoa descreveu a versão mais recente do programa como “uma fantasia de estupro que qualquer homem tóxico teria no programa – e então a mulher volta para mais porque isso melhora sua música.” Levinson se recusou a comentar o caso para a revista americana.

Confira tudo sobre polêmicas de "The Idol"
The Weeknd, Lily-Rose Depp e Sam Levinson de “The Idol”

E a HBO???

Em resposta à “Rolling Stone”, a HBO soltou em um comunicado dizendo que a “equipe criativa do programa está comprometida em criar um ambiente de trabalho seguro, colaborativo e mutuamente respeitoso e, no ano passado, a equipe fez mudanças criativas, de elenco e equipe que consideravam do interesse da produção e do público.” Também em resposta à reportagem, The Weeknd postou uma cena da série no Twitter, no qual o personagem de Depp recusa uma capa da “Rolling Stone” porque a revista é muito “irrelevante”. 

E tudo piorou no Festival de Cannes:

A obra teve dois episódios exibidos no Festival de Cannes e causou espanto nos telespectadores. Embora alguns tenham elogiado algumas das atuações dos atores, a direção de Levinson e a história em geral foram criticadas. Principalmente o seu conteúdo sexual explícito e o ponto de vista masculino que foi adotado. O site Variety publicou que a série parece uma“fantasia masculina sórdida”. De acordo com o texto, “The Idol” é elegante e cara, mas superficial e repleta de clichês. The Weeknd defendeu a produção em Cannes, dizendo: “Inicialmente queríamos fazer um conto de fadas sombrio e distorcido com a indústria da música e tudo o que sei sobre isso, e aumentá-lo.” Mesmo com toda essa loucura, é preciso olhar a produção com olhos críticos e analisar se vale a pena algo tão comentado.

Para quem desejar ver, The Idol está disponível na HBO  

 

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO