Com uma pegada bem diferente de Melhor que nos filmes, Lynn Painter aposta em um casal mais adulto para serem os protagonistas de Amor por engano.

Sobre Amor por engano

Depois de ser demitida e descobrir que seu namorado estava tendo um caso com uma colega de trabalho, Olivia decide fechar esse ciclo desastroso queimando as cartas que seu ex lhe escrevia. Ela só não esperava que, ao fazer isso, acabaria incendiando o prédio inteiro.

Sem emprego, sem casa e sem namorado, Olivia vai morar com o irmão e o amigo irritante dele, Colin Beck. Tudo parece estar dando errado, mas, quando ela recebe uma mensagem sensual de um número desconhecido, sua vida começa a ficar mais emocionante. O que deveria ter sido um engano acaba se transformando num relacionamento envolvente — mesmo que ela não saiba a identidade do Cara do Número Desconhecido.

Colin Beck sempre considerou Olivia como a irmã mais nova e insuportável do seu melhor amigo. Mas aquela garotinha destrambelhada agora é uma mulher atraente e divertida.

Quando Olivia se muda para seu apartamento e uma vontade incontrolável de ficar cada vez mais perto dela começa a surgir, a preocupação toma conta de Colin. Ele tem certeza de que consegue manter distância de Olivia, até descobrir que ela é a garota anônima com quem vem tendo conversas picantes há semanas, desde que mandou uma mensagem sem querer para o número dela.

+ Leia também: Entrevista com Lynn Painter, autora de “Melhor do Que Nos Filmes”

Tinha potencial

Quando li Melhor que nos filmes eu simplesmente me apaixonei, não só pela história mas pela escrita da autora. A forma incrível de envolver com os personagens foi algo que me fisgou e me fez virar fã da escrita de Lynn. Talvez por isso, eu comecei Amor por engano com as expectativas lá no alto, ansiosa para conhecer esse novo casal mais maduros e ao mesmo tempo divertido. Eu até cheguei a pensar que seria outro favorito, mas…

Amor por engano tinha potencial, tinha enredo e personagens que poderiam evoluir e amadurecer ao longo das 304 páginas. Porém, a história fica estagnada do meio ao fim que não consigo nem explicar.

Eu realmente estava muito empolgada, me divertindo horrores com as provocações de Olivia e Colin. Eles pareciam ser o melhor enemies to lovers que já li. Mas foi exatamente por conta da protagonista que eu perdi um pouco o animo de continuar a história. Terminei, mas sem aquele desejo enlouquecedor de chegar no fim.

+ Leia também: Resenha: Melhor do que nos filmes, de Lynn Painter

Conclusão: Não gostei da protagonista

O que mais me incomodou foi o comportamento de Olivia, juro as vezes eu esquecia que ela tinha 25 anos e já era uma mulher feita. O Colin eu até gostei, mesmo ele sendo um covarde e arrogante, eu notei que ele conseguiu evoluir e entender seus erros, ao contrário de Olivia que ficou por isso mesmo.

Nossa, essa resenha ficou tão negativa que não sei como foi ao ar, mas eu precisava colocar para fora o que estava sentindo após a leitura. De qualquer forma vale ressaltar que Amor por engano não é um livro ruim, é uma comédia romântica, divertida, leve e cheia de química. Além disso, Lynn continua com uma escrita maravilhosa, talvez se eu tivesse gostado da protagonista eu teria me envolvido mais.

Quem gosta de muito drama romântico sem dúvidas vai amar!

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO