No Prime Video, está disponível o novo filme picante teen do streaming, “Minha Culpa” e vamos falar tudo sobre este lançamento. Escrita por Mercedes Ron, a plataforma trouxe uma eletrizante paixão em meio a luxo e corridas. Tudo isso com toques sensuais e provocantes. Portanto, veja tudo sobre “Minha Culpa”:

Veja também: Crítica de “Um ano inesquecível – Verão”

Qual é a história de “Minha Culpa”?

O enredo segue a história da jovem Noah, que deve deixar sua cidade, namorado e amigos para se mudar para a mansão de William Leister, o novo e rico novo marido de sua mãe. A jovem reluta em viver cercada de luxo, mas tudo começa a mudar quando ela conhece Nick, seu novo meio-irmão. Não demora muito para Noah descobrir que por trás de sua imagem de filho modelo, Nick esconde uma vida de luta, jogos de azar e corridas de carros ilegais. Apesar do abismo que os separa, ambos começam a sentir uma atração irresistível que logo se transformará em puro fogo e paixão desenfreada.

Baseada em uma trilogia:

Escrita pela escritora argentina, Mercedes Ron, e a obra é o primeiro volume da trilogia que se tornou uma das mais lidas do Wattpad. Aliás,  existe o plano de representar as outras obras no streaming, segundo o produtor Álex de la Iglesia. O filme, produzido pelo Prime Video e dirigido por Domingo González,

Veja tudo sobre o filme hot teen "Minha Culpa"
Nicole Wallace (Noah) e Gabriel Guevara (Nick) são os protagonistas de “Minha Culpa”

Quem está no elenco?

A produção conta com Nicole Wallace, Gabriel Guevara, Marta Hazas, Iván Sánchez e Victor Varona no elenco. Por curiosidade, este não é o primeiro trabalho de Wallace e Guevara juntos: em 2018, os atores participaram de Skam España, remake da versão original norueguesa

O que achamos de “Minha Culpa”?

Em resumo, a obra é , totalmente uma mistura de “Velozes e Furiosos” e “Cinquenta Tons de Cinza” dentro de um hot teen. O filme optou por privilegiar a construção do romance entre os protagonistas do que justificar diversos detalhes e elementos do enredo, deixando-os desconexos e sem profundidade. Mesmo que deixem para a continuação, é possível que esquecerão dessas características.

A direção de Domingo González, que também assina o roteiro, consegue ser boa em momentos precisos, como a sequência de corridas e de perseguição e nas cenas de interação entre os protagonistas, para criar intimidade e romance entre eles. Apesar de ficar sem sentido muitas vezes, o espectador engaja nas cenas de pegação, que, ainda que não sejam explícitas e sejam cortadas, consegue manter a temperatura elevada. Sendo o famoso”guilty pleasure” que a gente sabe que é ruim, mas, de alguma forma, não consegue parar de ver.

FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso