...

No título eu digo que é uma história de amor, mas no fundo quem assistiu sabe que não é nada disso que The end of the f ** king world transmite. Para ser bem sincera, fiquei um pouco perdida sobre qual a verdadeira intenção da série. Mas, vamos lá falar um pouco sobre.

The end of the f ** king world é uma série de humor negro que aparentemente não funciona como um opção para fazer as pessoas rirem. Tudo começa quando dois jovens de dezesseis anos, cheios de problemas familiares e psicológicos, resolvem fugir juntos e veem um no outro uma forma de suprir suas carências. De um lado temos James, que acredita ser um psicopata que encara toda essa aventura só para ter o gostinho de poder matar sua companheira. Do outro, encontramos a rebelde Alyssa, que vê em James uma forma de suprir a sua carência de atenção familiar. Mal-educada, em todo lugar que vai transforma tudo em uma grande confusão.

A história se desenrola nas aventuras que os jovens encontram pela frente. Sempre agindo sem pensar. Não posso dizer que são um casal, afinal James passa boa parte de toda a primeira temporada tendo vislumbres de como seria matar Alyssa, qual seria o prazer que ele irá sentir no momento. Coisas sombrias e perversas. E ela nem imagina isso, mesmo achando ele uma pessoa fria e distante.

Chega uma hora que as coisas ficam complicadas e ambos têm que entrar em sintonia para saírem da enrascada. E é aí, o único momento possível, que podemos enxergar os dois como um casal, que dividem a cumplicidade e até mesmo nutrem sentimentos um pelo outro.

Resultado de imagem para The end of the f ** king world

Mas por que estou falando isso? Simples, antes de começar a assistir vi diversos comentários e memes pela internet sobre o “casal” que todo mundo queria ser. Oras, eu sabia que tinha algo perturbador nessa série, mas depois que assisti me perguntei: Como podem achar legal esse tipo de relacionamento? As pessoas perderam um pouco do senso e começaram a romantizar um casal cheio de problemas psicológicos que veem um no outro uma forma de descarregar a sua raiva e desejo. E isso gostaria de deixar bem claro, não é nada saudável.

Então, entramos no outro sentido de The end of the f ** king world. O que realmente a série quer passar? Acredito que foi outra série mais com intenção de entreter e cativar um tipo de público do que passar alguma coisa ou fazer sentido. Porém, uma das coisas que me chamou atenção é como os personagens acabam se desenvolvendo e criando um certo autoconhecimento sobre quem eles realmente são e o que desejam, claro de forma que para um fique muito nítido que outro.

Sim, você começa a série odiando e não entendendo cada um deles, mas termina já achando pontos em que gostar neles. Veja, gostar, mas não concordar com o jeito de pensarem e agirem. Confesso que no final já via James com outros olhos, mesmo sabendo que talvez aquele menino não tenha salvação.

Resultado de imagem para The end of the f ** king world

É uma série curta, de oito episódios de 18 a 20 minutos, em que sua história é desenvolvida rápida, criando várias situações ao longo da “incrível jornada” dos jovens. Isso ajuda a série a não ficar chata e parada, pois ela praticamente já é monótona, pois boa parte dos personagens estão mais concentrados em seus pensamentos do que interagindo um com outro. O final foi algo que me surpreendeu, pois sofreu uma grande reviravolta que me deixou com uma pontinha de esperança para a segunda temporada.

The end of the f ** king world não é uma das melhores séries do Netflix e muito menos entrará na minha lista de séries favoritas. Mas ela não deixa de ser uma boa série para aprendermos a ter um autocontrole enorme sobre os nossos pensamentos e procurar um psicólogo/psiquiatra para ontem.

Resultado de imagem para The end of the f ** king world gif

Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI