...

Lançada no início de junho de 2021, Sweet Tooth tem conquistado pessoas de todas as ideias. Eu, por exemplo, terminei em um dia todos os 8 episódios e quando cheguei no último estava destruída e apaixonada por essa história. Por isso, estou aqui para conversar com você sobre essa produção maravilhosa.

Sweet Tooth na verdade é uma HQ!

Sim, a série da Netflix é inspirada nas HQs publicadas pela Vertigo da DC e escrita por Jeff Lemire. São 40 edições publicadas que se passam em um mundo pós apocalíptico em que boa parte da raça humana está morrendo devido a um vírus chamado Flagelo, e a outra parte está nascendo com mistura de animais, os híbridos.

Das páginas para a Netflix

O primeiro episódio de Sweet Tooth foi filmado em 2019 na Nova Zelândia. O curioso aqui é que esse episódio piloto foi grava um ano antes do restante da série, e isso se deu por dois motivos. O primeiro foi por conta da concessão dos direitos que antes era da Hulu. O segundo motivo foi por conta da pandemia do Covid-19.

Segundo Beth Schwartz e Jim Mickle, a estrutura da série começou a ser planejada em 2016 e naquela época, não imaginavam que algo que se aproximaria muito da série. Alias, em vários momentos os personagens usam máscaras para se proteger do vírus Flagelo que está matando as pessoas. E isso fez a série começar a parecer mais realidade do que ficção. Sinistro…

pequeno gus de sweet tooth

Mas é muito diferente da HQ?

A HQ é voltada para o público adulto, possuiu muito mais violência e situações tristes em que o jovem Gus passa. A série deu uma suavizada nessas situações justamente para conseguir alcançar mais público e deixar uma mensagem positiva a todos eles.

Outros pequenos detalhes também são diferentes, como por exemplo a motivação de Gus para sair da floresta, personagens que não existem foram incrementados na série. Mas são mudanças que não deixaram a desejar, muito pelo contrário agregaram ainda mais na história.

Por outro lado, a produção teve todo cuidado para trazer nos mínimos detalhes alguns elementos iguaizinhos das HQs para o audiovisual. Um exemplo disso foi o figurino. Amanda Neale, responsável pelas roupas que os atores iriam usar durante as gravações, levou sete semanas para encontrar a peça perfeita que fosse a mais semelhante as HQs. Ao total foram 46 conceitos de figurinos apenas para o General Abbot. Muita coisa!

Produtores mais que especiais

Sweet Tooth tem nada mais nada menos que o eterno Homem de Ferro como um dos produtores da série. Sim, Robert Downey Jr. ao lado da esposa Susan Downey também assinam como um dos produtores. Em entrevista, o casal disse que ficou muito animado em fazer parte desse projeto, pois eles adoram encontrar histórias que podem ser assistidas por toda família.

Sweet Tooth é muito especial, é uma história que atinge todas as ideias e faz com que cada uma delas reflita diferente sobre a situação ali narrada. Então sigam a dica do casal Downey e chame todos para assistir.

Inspirações emblemáticas

Dave Garbett, diretor de fotografia, e Jim Mickie, cineasta, tiraram como inspiração vários trabalhos de nada mais nada menos que Steven Spilberg. Em vários momentos da série podemos ver referências a produções como: ET. Jurassic Park e até mesmo Indiana Jones.

Outra pessoa que serviu de inspiração para Sweet Tooth foi Jim Henson, o criador dos Muppets. A produção queria que tudo parecesse real e assim precisou estudar bem o trabalho de Henson para recriar os bebe híbridos com a maior perfeição.

O trabalho de Jim Henson, o criador dos Muppets, serviu de inspiração para os bebes híbridos

E o pequeno Gus?

Gus é interpretado pelo pequeno Christian Convery, que trabalhou em Venon, Descendentes e Brincando com fogo. Convery tem apenas 11 anos e diz que seus passatempos favoritos são viajar pelo mundo, conhecer novas culturas, tocar violão e principalmente comer doces azedos e sushi. Um dos seus times favoritos é nada mais nada meninos que o Atlético-MG, GO GALO!

Christian Convery torce para o Galo

Para fazer Gus, o pequeno teve que treinar muito com Grant Lehmann, o titereiro que controlava as orelhas do personagem. Juntos eles começaram a se conectar para saber as expressões certas para não perder o time da movimentação das orelhas do menino cervo.

E aí, curtira? Corra lá na Netflix e confira Sweet Tooth.

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO