...

Depois que lançou a série Bridgertons na Netflix, eu fiquei morrendo de vontade de conhecer melhor essa família. Sendo assim, me aventurei a começar a ler os livros e estou lendo um por mês. Como O Duque e Eu eu já tinha lido logo que lançou e não curti muito, dessa vez eu resolvi pular direto para o segundo O Visconde que me amava. Então agora vamos de resenha do segundo livro da série Os Bridgertons da autora Julia Quinn.

Em O Visconde que me Amava, vamos nos aprofundar na vida romântico do maior libertino de Londres: Anthony Bridgerton. Mas para a surpresa de todos da cidade, o visconde mais desejado anuncia que pretende arrumar uma noiva durante a temporada de bailes. Entretanto, o visconde tem muitas exigências para sua viscondessa e uma delas é não pode se apaixonar. Afinal, ele não pretende se livrar 100% da sua vida de libertinagem.

Os bridgertons: veja o elenco oficial da adaptação literária para netflix

Depois de analisar uma lista de pretendentes, Anthony resolve que Edwina Shiefild é a noiva ideal. O que ele não sabia é que antes de conquistar a debutante mais linda da estação, ele deveria convencer a irmã mais velha, Kate Shiefild, de quem ele iria ter a resposta se era merecedor de cortejar a caçula. Contudo, Kate é tão protetora quanto o visconde e ela não pretende ceder a irmã para um libertino tão fácil.

Toda a história dos Bridgertons se passa no século 19, então toda a narrativa da história tem aspectos da época. Mas isso não quer dizer que não podemos questionar algumas coisas que acontecem ao longo da história. Por que estou falando isso? Porque Anthony Bridgerton é um grande babaca.

O Que Mudou do livro para a Série?

livro o visconde que me amava da editora arqueiro
O Visconde que me amava está no top 10 de livros bem avaliados da autora

Nessa história quem me encantou foi Kate Shiefild, ela é uma dama fora dos padrões, não possui uma beleza estonteante e sempre é deixada de lado, pois sua irmã recebe todos os holofotes. A maneira que age com Anthony é muito engraça, a forma como ela não liga dele ser um visconde e coloca ele no seu devido lugar de macho babaca.  Em vários momentos eu me identifiquei com ela, as emoções dela eu conseguia sentia, foi muito inesperado essa conexão e eu adorei isso.

Outra coisa que mexeu muito durante a leitura foi a tensão sexual entre os dois, JESUS! Era óbvio desde a primeira linha quem ficaria com Anthony, porém o desenrolar da história só deixa o leitor mais vidrado querendo saber como eles vão sair daquela situação e se entregar logo um ao outro.

O Visconde que me amava está no top 10 de livros bem avaliados da autora

Contudo, como falei anteriormente, o Anthony é um grande babaca. Em vários momentos ele foi muito rude e desnecessário com Kate. A forma que ele trata Edwina sem um pingo de coração, pelo fato de pensar apenas nele, me irritou boa parte do livro. Porém, não posso negar que no final do livro eu já estava rendida a ele.

Pois, é caro leitor, eu no final do livro estava apaixonada por Anthony Bridgerton, o visconde irresistível de Londres. Mas isso aconteceu pelo desenvolvimento que o personagem foi tendo e a forma que foi lidando com as situações. Fora isso, o envolvimento dele e a entrega para a esposa foi lindo. O medo de perde-la, a ansiedade por querer mais ela. Além disso, com o tempo vamos vendo as relações de carinho que ele tem com a família e até mesmo com sua nova família, se assim podemos dizer. No final descobrimos um lado bem amoro do nosso libertino.

Jonathan Bailey interpreta Anthony Bridgertons na adaptação da Netflix
Jonathan Bailey interpreta Anthony Bridgertons na adaptação da Netflix

Bridgerton: uma trilha sonora entre o passado e o presente

No entanto, senti falta de mais cenas deles depois de casados frequentando os bailes. Sei lá, queria ver os dois chegando e lidando com a multidão encarando-os e eles se amando. Mas de resto eu adorei cada página, sem dúvidas é melhor que o primeiro.

Mal posso esperar para ler os outros!

Link para comprar o livro e não deixe de assistir a série na Netflix

Filmes de romance icônicos na MAX Filmes de romance com Glen Powell Lista com todos os filmes com Barry Keoghan Fantasias que são volume único Doze indicações da Intrínseca para o Dia do Orgulho Geek Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã!