...
Confira mais sobre " O primeiro Beijo de Romeu"

" O primeiro Beijo de Romeu", de Felipe Cabral

Se você procura um livro que aborda críticas sociais de maneira leve e com bastante realidade, então ” O primeiro Beijo de Romeu” é perfeito. Inspirado nos acontecimentos da Bienal do Livro do Rio de 2019, Felipe Cabral traz uma obra com representatividade, questionamentos sobre a nossa sociedade e ainda fala sobre a adolescência. Na verdade, é um livro que possui inúmeras camadas sobre os temas. Além disso, temos muito contexto dos dias atuais e dicas de literatura. Mas, vamos aos poucos e falar mais de O primeiro Beijo de Romeu”:

Veja também: Entrevista- Felipe Cabral e o marco na literatura nacional

Um pouco sobre a sinopse:

A nova obra de Felipe Cabral resgata os acontecimentos da Bienal de 2019, com o primeiro YA a ter dois adultos se beijando na capa. E veio para abrir ainda mais portas para a comunidade LGBTQIA+ no mercado editorial. Dentro do livro, conhecemos Romeu, um jovem que estava prestes a dar seu primeiro beijo, mas que não deu nada certo. Só que as coisas ainda seriam mais complicadas, quando uma tentativa de censura veio durante a Bienal do Livro.

Inspirado em um momento real:

Em primeiro lugar, precisamos comentar que o momento que desencadeou a criação de “O primeiro Beijo de Romeu”. Para quem não sabe, durante a Bienal de 2019, no Rio de Janeiro, onde houve uma tentativa de censura por parte do ex-prefeito, Marcelo Crivella. Através desse fato, surgiu a tag #LeiaComOrgulho e ainda vários movimentos no evento. Dessa forma, recebemos a obra em questão.

Diante disso, recebemos um trabalho que ainda traz muita questões presentes na história da Humanidade. Felipe Cabral conseguiu abordar muitos temas e todos de maneira responsável. Dentre eles, o privilégio branco, e mesmo sendo gay, Valentim, pai de Romeu, por ser um homem branco e de classe média, sofre preconceito sim. Mas não como negros e trans, o que evidência a seletividade na nossa sociedade. Incluindo que fala sobre a importância para crianças negras e para comunidade lgbtqia+ de ter referências na literatura, na escola, na arte, e como isso pode ajudar em sua formação.

Não perca a resenha de " O primeiro Beijo de Romeu"
” O primeiro Beijo de Romeu”, de Felipe Cabral

Narrativa:

Por outro lado, a narrativa tem capítulos alternados em primeira pessoa por Romeu e por seu pai, Tim. Com toda a certeza, é um tremendo acerto, uma vez que vemos as duas mais fortes formas de amor que existem. Ou seja, o amor adolescente pelo objeto de afeto, que queima, que anseia, que torna tudo nublado e sofrido. Ainda mais, o amor de pai, incondicional, protetor, que abre mão de tudo, que é capaz de qualquer sacrifício para a felicidade do filho. Esses dois amores permeiam todas as páginas do livro e a gente se conecta com muita facilidade.

Além disso, Romeu tem apenas quinze anos e está descobrindo sua sexualidade Sendo que é um garoto ansioso e cria mil e uma expectativas. Assim como todo adolescente está tentando descobrir sua identidade, se aceitar e o fato se estar apaixonado por seu melhor amigo, Aquiles, o deixa ainda mais confuso. No entanto, todas essas questões o levam para uma incrível jornada de auto descoberta.

Conclusão:

Portanto, “O primeiro Beijo de Romeu” é uma obra extremamente tocante e poderosa. É aquele tipo de leitura para sentir, refletir e reafirmar a ideia de que todos merecemos respeito. Independente de religião, cor ou orientação sexual. Também é  bem sensível, cheia de reviravoltas que surgem e ensinam mais lições, nada redundante. Sem contar que as referências são muito boas, junto com todos os personagens. E para finalizar, é uma celebração á liberdade de expressão e ao amor.

Leia também: Confira 5 livros com representatividade  LGBTQUIAP+

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO