...

Não é surpresa nem mistério que a série A Garota do Calendário é hot, com bastante momentos de sexo e de alguns até bens explícitos. Porém, depois do primeiro livro, Janeiro, temos uma sensação que será um pouco diferente do que estamos imaginando, que não será uma série de todo erótica e que sim, teremos uma narrativa e uma saga interessantes e gostosas de acompanhar. Mas aí entra Fevereiro, que deixa muito a desejar.

No mês de fevereiro, Mia Saunders vai para Seattle servir de inspiração para o famoso pintor francês Alec Dubois. Tudo que poderia dar aquele ar de romance vai por água abaixo por em cada página nos depararmos com cenas que levam ao sexo. Quase nada é aproveitado nessa situação. Os sentimentos de Mia estão mais confusos do que nunca.

“Tenho que admitir, porém, que aquilo estava funcionando totalmente comigo. Eu estava morrendo de vontade de colocar as mãos nele. Em qualquer lugar daquele corpo, especialmente no cabelo.”

O que incomoda na história é a forma de transformar um sexo muito do casual em algo romântico. Pois ao mesmo tempo que ele diz querer fazer “amor” com ela, ele fala que nada passará daquilo. Ah, mas se o problema fosse só esse… Todo capítulo ou começa ou termina com cenas picantes, não existe história no livro.

Este é um dos livros mais quentes da série. Há quem diga que existe uma certa profundidade nele pelo fato de Alec ensinar a Mia a amar mais a si mesma e parar de ligar para o que os outros digam. Mas sejamos sinceros, isso acontece em meio a cenas bem quentes que tornam as frases superficiais.

“Eu me escondo no escuro. Me ilumino apenas quando a minha arte está em exposição. É você quem traz luz para a superfície. Você está vendo a sua beleza refletida em mim, a maneira como os nossos corpos se chamam e se atraem.”

Mas uma coisa não podemos negar. Nada é mais atraente que um francês falando coisas ao seu ouvido, e coisas românticas. Então, por essas e outras torna-se impossível não gostar dele.

A Garota do Calendário – Fevereiro é uma das histórias mais fracas de toda a série. Não desistam quando chegarem nele, lembrem-se que ainda tem mais 10 meses pela frente.

Confira também a nossa resenha de A Garota do Calendário – Janeiro

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO