...
A caderneta de endereços vermelha

Você acredita que as histórias carregam uma força inimaginável ?!

Pois a de Doris, uma senhora de 96 anos que vive sozinha em seu apartamento em Estocolmo, é mais poderosa do que se pensa. Em ” A caderneta de endereços vermelha”, a protagonista compartilha, via chamadas de vídeo, com sua neta anotações de todas as pessoas que conheceu e amou ao longo da vida. Assim que conhecemos cada etapa de sua trajetória, vemos o seu desejo de tentar superar diversos momentos conturbados.

A obra de Sofia Lundberg, lançada pela Globo Livros, traz uma perspectiva extremamente cativante e , ao mesmo tempo, bastante complicada , conforme as páginas vão virando. Isso vem principalmente de diversos momentos infelizes na infância até os dias atuais de Doris. Dentro de sua caderneta, a senhora conta sobre sua vida, através dos nomes daqueles que há muito se foram e dos quais há décadas não tem notícias. Essa mistura de passado com presente é uma das melhores características do livro. Ainda que mostra como as decisões podem trazer consequências difíceis de serem esquecidas.

A caderneta de endereços vermelha
A obra é uma perspectiva extremamente cativante e , ao mesmo tempo, bastante complicada

A jornada da protagonista é um mergulho na história, quase como uma biografia, devido a veracidade em cada ponto e espaço. Além disso, contamos com uma mulher corajosa e gentil, que enfrentou inúmeras traições e  etapas difíceis. No entanto, esses acontecimentos trazem reflexões inspiradoras e comoventes, especialmente quando o assunto é tempo e o amor. Por isso, já recomendo lenços para possíveis lágrimas.

Um ponto que também eleva o nível da produção da obra é a conversa entre gerações, que se faz necessária e foi bem trabalhada. Este detalhe trouxe uma certa humanização da velhice e de suas consequências físicas e psicológicas, e nos faz refletir sobre nossas ações para com os nossos familiares mais idosos.

Por todos esses aspectos, “A Caderneta de endereços vermelha” é um romance poderoso e emocionante. Por mais que aparenta, não é um livro de todo triste. Isso vem de uma onda de aprendizados sobre a vida e como precisamos lidar, independente de nossas escolhas. Mesmo que haja arrependimentos, as marcas permanecem ao longo da trajetória.

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO