...
Crítica do filme Mulan

Tudo sobre o live-action Mulan

Mesmo com todo o adiamento dos filmes, devido a pandemia do Coronavírus, algumas projetos optaram para serem lançados diretamente no mundo dos streamings. É o caso de Mulan, uma das grandes apostas de 2020, que não chega ao Brasil pelas telonas, mas sim pelo catálogo do Disney+.

Mas o que acontece de fato ?!

Em sua essência, a história segue a mesma da animação de 1998. Mulan é uma jovem corajosa, que decide assumir o lugar de seu pai para salvar a China de um grupo de invasores. Alguns detalhes se transformam nessa versão, como os inimigos guerreiros Rouran, que buscam vingança contra o Imperador, e são auxiliados por uma misteriosa bruxa, Xianniang.
É muito triste ver que uma produção como Mulan, o remake mais caro da Disney, com o orçamento passa dos US$ 200 milhões, não esteja sendo vista nas telonas do cinema. O longa é um épico de ação que alegra os olhos do espectador, usando bem a paleta de cores e os cenários para encantar. Porém, nem tudo é perfeito nesta trama. Se tecnicamente o longa impressiona, em outras áreas o filme fica devendo.
O filme  peca na sua montagem, em especial nas cenas de ação que opta por usar câmeras em close nos personagens. Isso faz em alguns momentos o espectador se perder geograficamente. Em pelo menos duas situações o personagem em destaque no momento da ação vai do ponto x ao y de modo quase mágico e não se sabe onde o personagem está na hora do combate. Os efeitos especiais também tem altos e baixos, o CGI fica evidente e deixa um ar de artificialidade em algumas cenas.
Algo válido a se comentar é a comparação com a animação clássica, que tem um respeito muito grande. A diretora Niki Caro opta em fazer uma releitura mais fiel as tradições orientais. Sem a sessão musical e divertida.  Mas nada de modo sombrio. Ou seja, nenhuma dessas ausências prejudica a trama ou a nova proposta, que no geral é muito bem executada.

Homenagem a cultura e os filmes da China:

Tudo sobre o filme Mulan
Cena do filme Mulan ( 2020)
Essa homenagem  cinema e cultura da China é bem marcante, principalmente nas cenas de ação e na própria protagonista.  Mulan sobe em telhados, escala paredes e atira lanças nos inimigos com tremenda força. E ainda,
não sofre ferimentos ou um arranhão sequer durante toda história. Além disso, temos o uso e abuso de ângulos diferenciados para mostrar as batalhas. É impossível não lembrar de obras como O Tigre e o Dragão e O Mestre das Armas ao assistir essas cenas.
Outro ponto positivo do longa é como ele mostra as dificuldade no treinamento de Mulan e seus esforços para não chamar a atenção dos outros e ser descoberta, o filme sempre lembra do que pode acontecer caso isso aconteça e a direção, sabiamente, optou em colocar a protagonista entre soldados jovens, permitindo a personagem se misturar a eles sem ter que recorrer a uma maquiagem caricata, o que poderia causar um estranhamento e tirar toda credibilidade do projeto.
No quesito atuações, temos um verdadeiro mar de sentimentos, pois são poucos que realmente se destacam. O vilão interpretado por Jason Scott Lee, tem uma caricatura da obra anterior. Os destaques são a antagonista Gong Li  que funciona como um contraponto interessante com protagonista. Liu Yifei carregou com orgulho o papel tão marcante do estúdio do Mickey Mouse. Ela defende bem os seus ideias, principalmente mostrando que é importante se aceitar em todos os aspectos.

Conclusão:

Portanto, Mulan se afasta do conteúdo original para contar uma história mais fiel a lenda. Essas mudanças fazem o longa funcionar como uma releitura da clássica animação com um leve toque diferenciado. No entanto, entre os acertos e erros, o saldo é positivo e deve agradar.

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO