capa-livro-veneno

O livro Veneno é o primeiro da Saga Encantadas, que tem Feitiço como segundo livro e Poder como terceiro e último. Da autora Sarah Pinborough, a história desconstrói aquilo que conhecemos e crescemos ouvindo dos contos de fada. Ela apresenta os dois lados da moeda, questionando quem realmente é o vilão e se a mocinha é tão boazinha assim. Então, em cada um dos três livros a autora separou os nossos personagens favoritos dos contos de fadas e nos presenteou com um novo olhar para eles. Seja ele bom ou ruim, tudo é uma grande surpresa.

Neste primeiro livro temos como tema a história de uma das personagens mais alegre e cantora que conhecemos. Veneno narra uma nova perspectiva sobre a vida de Branca de Neve ao lado da Rainha Má. Aqui, a rainha ganha o nome de Lilith, bem sugestivo, não? Porém, o centro da história não é mostrar o motivo da Lilith ser má, porque é bem óbvio que ela é uma bruxa e muito maldosa, mas sim mostrar que nem toda princesa e príncipe são tão certinhos assim.

Quando a autora questiona no subtítulo “Repense seus violões” é justamente para começarmos a leitura com a mente aberta e não ficar apenas no que você já conhece da história. O interessante aqui é continuar com ódio da Rainha Má, porém olhar com mais cuidado para quem você tanto defende. O livro tem um objetivo muito interessante de desconstrução do conto da Branca de Neve. Veneno não apresenta uma mocinha em si, e sim uma jovem como qualquer outra, nem puritana, nem rebelde.

Mas existem alguns fatores que acabam incomodando durante a leitura. Uma delas é a narrativa arrastada que dá a volta ao mundo para falar algo simples. Além disso, a construção da história foi toda voltada para mostrar como a Lilith é ruim. Ok, isso os leitores já sabem, o que na verdade se espera é algo que lhe surpreenda. Porém, isso só vai aparecer nos últimos capítulos quando o foco da história muda totalmente.

Não é uma escrita complicada ou simples demais. É normal como qualquer outra, porém conversa muito mais fácil com jovem do que com criança. E por falar em criança, esse não é um tipo de livro sobre princesas que qualquer criança pode ler. Logo de cara, Veneno apresenta cenas de sexo, não tão explícitas como as de um livro hot, mas ao decorrer da história sem duvidas o leitor irá achar alguns trechos bem “pesados”. Não que cenas de sexo sejam bem frequentes no livro, pois não é. Foi apenas mais uma das formas que a autora encontrou de marcar ainda mais a ideia de olharmos os nossos personagens queridos ou odiados.

Mais do que repensar nos vilões, Veneno é uma grande porta para conhecermos mais os nossos mocinhos e colocá-los como pessoas normais como qualquer outra. Não é o melhor livro sobre personagens aos avessos, mas quem sabe o restante da Saga não consiga preencher algumas lacunas que este primeiro deixou?

Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem