...

“Não entendo porque você gosta deles”, “você entende alguma coisa do que eles estão cantando?”, “não sei como você pode gostar de um ‘treco’ desses” essas são só algumas das inúmeras frases que escuto ao simples fato de eu afirmar ‘gosto de K-Pop’. Ninguém entende, ou ao menos procura entender, o motivo de nos apegarmos tanto a um gênero musical. Mas vou explicar.

A música pop sul coreana, mais conhecida como K-Pop, se transformou em um estilo de vida para muitos de nós, fãs, e você pode achar loucura, não julgo, até eu achava quando comecei a me considerar fã de K-Pop, mas é. Você pode conversar com qualquer pessoa que, a maior parte delas, vai disser que o K-Pop as salvou, que é um estilo de vida, que as fez voltar a sorrir. De novo, deve me achar a mais louca das pessoas, mas tente acompanhar meu raciocínio com o coração aberto.

Muitos de nós tem suas batalhas diárias para enfrentar, seja no trabalho, na escola, na faculdade, com namorado, família, amigos, dinheiro (ou a falta dele), ou seja, inúmeras são as dificuldades que cada um tem de enfrentar no seu dia a dia, acaba que, de vez enquanto, esquecemos o nosso propósito, a nossa razão de sorrir e quais eram, de fato, os nossos sonhos quando começamos nessa loucura chamada vida. Então, no final do dia, só queremos relaxar, esquecer os problemas e todas as cobranças que nos fazem e o K-Pop, mal ou bem, acaba sendo uma ótima válvula de escape.

Ouvir aquele grupo que lançou uma música nova ou ver aquele reality show divertido que você estava doida para assistir acaba te devolvendo o sorriso que você achava ter perdido quando começou a correria do seu dia. Você esquece, nem que seja por alguns segundos, todos os problemas que te assolam, tudo que te entristece e te enfraquece, recarrega sua bateria sabe? Chega a ser inexplicável o efeito que o K-Pop nos causa, mas é sim reconfortante.

Talvez seja culpa dos idols que nos iludem ou das empresas que nos fazem serem fãs de seus grupos, mas a verdade é que não importa de quem seja a culpa, o importante que nos faz bem e nos faz um pouco mais felizes dentro da selva que é esse nosso mundo. Então, eu peço, não julguem os fãs de K-Pop, não os chamem de loucos ou outras palavras que não vale a pena serem ditas aqui. Abra o seu coração, tente procurar o motivo daquela pessoa gostar tanto disso. Somos inofensivos, eu juro, estamos sempre abertos a pessoas curiosas que se interessam a conhecer o que a gente gosta.

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO