...

Desde que teve seu trailer divulgado, Insatiable chamou atenção do público, porém de forma negativa, com direito à petição para que fosse cancelada antes mesmo de sua estreia. A justificativa era de que a série mostrava que, apenas emagrecendo, uma pessoa pode ser bonita ou feliz, e que esse tipo de produção é irresponsável com o público, principalmente com os jovens. Só que a série veio com uma proposta totalmente diferente, sendo considerada ruim, mas genial.

A série é ruim porque quer, fazendo piada de si mesma em diversos momentos, o que acaba sendo um ponto positivo no final de tudo. Insatiable é uma comédia trash e trata temas importantes, como distúrbios alimentares e sexualidade da forma mais sem sentido possível. A questão é que a série foi tão criticada por praticar o bodyshaming antes mesmo de ter estreado e acabou fazendo o contrário, quando esse tema nem é o foco principal da primeira temporada, mas sim a personalidade forte de Patty.

Isso não quer dizer que a série seja perfeita, inclusive tem que ter muita paciência para aguentar as inconsistências do roteiro e incoerências largadas de forma desleixada. E é por conta dessas que os primeiros episódios são tão difíceis de assistir, mas a série acaba pegando um ritmo satisfatório e melhorando. O enredo gira em torno de Patty, jovem obesa que, por conta de uma briga, acaba perdendo trinta quilos e conhece Bob Armstrong, um advogado que a ajuda e transforma a moça em uma miss de concursos de beleza.

Debby Ryané a protagonista de Insatiable
Debby Ryané a protagonista de Insatiable

Insatiable encontra seus pontos mais fortes e atraentes nas relações entre os personagens, como Nonnie, Patty e Bob. Nonnie, a protagonista, interpretada por Debby Ryan, não decepciona e entrega as cenas dramáticas de sua personagem com muita dedicação. Nonnie tem carisma e muita personalidade, sendo uma personagem cativante.

No entanto, Bob é complicado devido a uma insistência do roteiro em dizer que ser bi é uma fase. Fica claro que era uma piada de “humor negro”, mas fica complicado de defender desse jeito, existem diversas maneiras de tratar do assunto sem colocar essa piada pronta. Inclusive, uma das cenas mais sem sentido aconteceu no primeiro episódio quando ele está no carro e, literalmente do nada, uma arma aparece e ele está decidido que vai tirar sua vida. A mesma coisa acontece no último episódio e fica igualmente incoerente. A relação entre os dois Bobs foi uma surpresa incrível, pois os dois funcionam muito bem juntos e o modo como isso foi construído foi satisfatório.

Insatiable termina não sendo um total desastre para aqueles que só estão procurando algo para assistir e passar o tempo. A série traz discussões de forma rasa e um tanto quanto clichê, mas ainda assim eficiente ao que se propõe, que é divertir o telespectador. O final fica aberto para uma segunda temporada que, caso aconteça, deve focar nos acertos e largar os erros de coerência dessa primeira temporada.

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO