Veja participação do Grupo Editorial Record durante a Bienal do Livro 2022

participação do Grupo Editorial Record durante a Bienal do Livro 2022

Diante de mais uma edição do evento, veja tudo a respeito da participação do Grupo Editorial Record durante a Bienal do Livro 2022. Aliás, em comparação com a última Bienal de São Paulo, em 2018, crescimento foi de 300%. Incluindo que entre os cem mais vendidos do estande, 92 são de autoras mulheres. Vamos conferir mais detalhes sobre a participação do Grupo Editorial Record durante a Bienal do Livro 2022 a seguir:

Faturamento:

Em apenas cinco dias, o Grupo Editorial Record superou sua melhor participação em Bienal de São Paulo em todos os tempos. Sendo que o recorde foi alavancado pelos autores jovens da Galera Record, editora que foi a primeira no Brasil a conquistar o selo de verificação do TikTok. Tudo começa com as ações promocionais e edições especiais para os fãs de fantasia e de Colleen Hoover. O box que reúne É assim que acabaNovembro 9 e Tarde demais, é o produto mais vendido entre todos no estande, de sábado a quarta-feira. Outros quatro títulos da escritora, que trata sobre temas sensíveis aos jovens e adolescentes, estão nos dez mais.

Veja também: Resenha- Em busca de Cinderela/ Em busca da perfeição, de Colleen Hoover

Não perca a participação do Grupo Editorial Record durante a Bienal do Livro 2022

Livros Vendidos:

Agora, três livros de fantasia da Galera – A vida invisível de Addie LaRue, Os garotos do cemitério e De sangues e cinzas – completam a lista geral. Ainda mais com A biblioteca da meia noite (Ed. Bertrand Brasil), de Matt Haig. O amor não é óbvio, da baiana Elayne Baeta, é o representante nacional nos dez mais geral. Como foi dito no início, dos cem títulos mais vendidos do estande, 92 são de mulheres. Sendo um marco para a editora.

Entre os títulos de não-ficção, lidera o ranking de mais vendidos Em busca de mim (Ed. BestSeller), as memórias da atriz Viola Davis. Enquanto que o ranking de autores nacionais traz Elayne Baeta na dianteira, seguida por outros jovens como Giu Domingues, com Luzes do norte, e Ray Tavares, com As vantagens de ser você. O ranking tem ainda a mineira Carla Madeira com seus dois livros – Tudo é rio e Véspera.

Autores:

No segundo fim de semana de Bienal, a equatoriana-americana Zoraida Córdova, de A herança da orquídea divina é um dos destaques da programação. Especialmente, ao lado de Eduardo Spohr, consagrado autor de A batalha do Apocalipse, e da Rafaella Machado, à frente da maior editora brasileira no TikTok e primeira a conquistar o selo de verificação da rede.

Confira também:  Zoraida Córdova- Autora estará na Bienal do Livro 2022

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO