Que Sarah Paulson é uma atriz espetacular todo mundo já sabe, mas já imaginaram ela como uma mãe obcecada capaz de adoecer a filha para que ela nunca lhe abandone? Pois bem, agora você tem Sarah nesse papel em Fuja.

No filme Fuja vamos conhecer Chloe, uma adolescente que está limitada a uma cadeira de rodas e possui diversos problemas de saúde. A jovem vive com a mãe Diane, a única pessoa que ela tem contato além dos médicos. No entanto, o comportamento estranho apresentado pela matriarca começa a deixar a jovem desconfiada. Quando ela vasculha alguns documentos particulares da mãe, descobre um certificado de mudança de nome. A partir daí, a jovem começa a desconfiar de tudo o que Diane faz, suspeitando que algo muito mais sinistro está por trás de tudo.

Estrelado por Sarah Paulson e Kiera Allen, escrito e dirigido pelo cineasta Aneesh Chaganty, Fuja é uma releitura do caso de Dee Dee Blanchard e Gypsy Rose. Assim como a série The Act e o livro Rose Gold. Na verdade, podemos dizer que temos muitas adaptações baseadas nesse caso e cada uma delas apresenta um final diferente, contudo, aqui vamos falar de Fuja.

Fuja é uma releitura do caso de Dee Dee Blanchard e Gypsy Rose
Fuja é uma releitura do caso de Dee Dee Blanchard e Gypsy Rose

Surpreendente desenvolvimento

O suspense tem um desenvolvimento tenso que já começa com bastante adrenalina quando a  filha começa a desconfiar da mãe. É um filme que prende qualquer pessoa por ter uma trama muito bem traçada e um ritmo de crescimento muito bom. Em nenhum momento você sente arrastado ou cansativo, muito pelo contrário é muita emoção, adrenalina e suspense que você nem sente o filme passar.

O filme causa bastante angustia conforme as revelações vão vindo átona. Além disso, essas descobertas vão mudando a forma como enxergamos as personagens. Afinal, o roteiro de Fuja transpassa pela mente de uma pessoa obcecada por controle até a força de vontade de alguém querendo escapar de uma prisão. O atrativo é que o filme vai respondendo cada lacuna que vai aparecendo. Você em momento algum vai ficar com dúvida de algo, principalmente do final.

Final ou ame ou odeie

Já que citamos o final, queria dizer que ele é excelente. Até agora um dos melhores finais de história com essa temática. Quando chega na última cena você fica sem entender, mas existe um plot que ou você levanta e aplaude, ou você fica indignado, é os extremos. Eu amei, pois é o final que condiz muito com o rumo que as personagens tomaram.

um dos melhores finais de história com essa temática
um dos melhores finais de história com essa temática

Personagens complexas

Falando nas personagens, eu não poderia deixar de contar o que achei dessas duas mulheres inteligentes e complexas desse filme. Eu não posso deixar de fala da atuação de Sarah. Não é surpresa para ninguém que essa mulher arrasa em qualquer papel, mas nesse em particular ela está extremamente assustadora. Seu tom de voz, seu olhar que mistura maldade e dissimulação. Por muitas das vezes você chega até duvidar de que a Diane é capaz de fazer tanta maldade, mas no desenvolvimento da história ela vai transformando e mostrando um lado sombrio que só Sarah consegue dar aos personagens. Um tom cruel e “inocente” certeiro para quem sofre da Síndrome de Münchausen.

Leia também: CRÍTICA: MALCOLM & MARIE ENTRE CONFLITOS E FILOSOFIAS

Mas pra mim o grande destaque vai para Kiera Allen que conseguiu transmitir muito bem o desespero e pânico de Chloe. Além disso a personagem é forte, determinada e muito inteligente. Me agradou demais o fato dela desde o começo não desistir de buscar a verdade mesmo com suas limitações, que na verdade para ela não era empecilho.

Kiera Allen que conseguiu transmitir muito bem o desespero e pânico de Chloe
Kiera Allen que conseguiu transmitir muito bem o desespero e pânico de Chloe

Assistam Fuja

Fuja é um original da Hulu, mas que a Netflix está comercializando aqui no Brasil. É uma excelente opção para quem está cansado desses suspenses que a cada 5 minutos tem dá um susto sem necessidade. É um suspense real que aflige quem assiste, um enredo inteligente que sem dúvidas você irá gostar. E se você quer saber mais do caso eu indico a série The Act  para entender melhor sobre o caso e a Síndrome de Münchausen.

Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem