Fate: A Saga Winx acabou de chegar à Netflix, depois de muita expectativa dos fãs do desenho animado Clube das Winx, exibido no Brasil nos anos 2000 pelo SBT. Mas, podemos começar com muita novidade e um contexto fora do padrão. Ou seja, nada de fofura ou a música “Winx, quando damos nossas mãos…”

Foto divulgação das protagonistas de Winx
Fate: a Saga Winx chega à Netflix

A série começa com Bloom (Abigail Cowen) chegando a Alfea com o objetivo de controlar a magia do fogo. Depois de um evento quase catastrófico. Seus pais não sabem de nada, acreditando que ela está em um internato para tirar um tempo depois de tudo o que aconteceu. Incluindo que Bloom não tem um relacionamento bom com os pais, o que é interessante para o desenvolvimento da personagem. Também como motivação para seu bloqueio em invocar magia e controlá-la.

O que é bem perceptível também é que cada personagem carrega uma carga emocional e tem seus problemas internos, que vão ser explorados no decorrer dos episódios. Por mais que Stella (Hannah van der Westhuysen) seja aquela personagem que o público ama e odeia ao mesmo tempo, dá para perceber que ela carrega alguns segredos. Musa (Elisha Applebaum) é a fada das emoções e, por mais que ela tente ser reclusa, acaba se entregando demais para as pessoas. Terra (Eliot Salt) é uma das personagens mais incríveis e importantes da série. Ela é prima da Flora do desenho (o que é bem interessante ) e é uma personagem gorda que foge de estereótipos. Por mais que seja amiga e tenha uma personalidade doce, não é a personagem que vai servir para ser o alívio cômico ou ficar calada quando ouve comentários gordofóbicos. Principalmente, já deu para perceber o incômodo e o posicionamento da personagem quanto a esse tipo de situação. No primeiro episódio, Aisha (Precious Mustapha) é a personagem menos explorada. Mas já dá para perceber que ela vai ser uma das mais próximas a Bloom. No decorrer da série, ela ganha mais espaço e mostra todo o seu lado corajoso e prestativo.

Série Winx está em primeiro lugar nos mais assistidos da semana na plataforma.

Agora, vamos falar sobre o roteiro. Os dramas adolescentes tomam conta do enredo, enquanto a trama principal de Bloom continua em seu mistério. É só a partir do quarto episódio que as coisas começam a andar de uma maneira mais intensa e ficam mais interessantes.

Contudo, temos diversos plot twists que não ajudam a trama avançar no ritmo adequado. Pelo contrário, o artifício só faz com que a produção segure a atenção do espectador pelo tempo mais longo possível com idas e vindas dispensáveis. Além dos mistérios se manterem cada vez mais expressivos. No fim, há diversos “cliffhangers”, mas, felizmente, isso pode ser até de uma grande ajuda para que a série seja renovada o mais rápido possível. As pontas soltas da história não são daquele tipo que enfraquecem a trama, mas sim visam ampliar esse universo de fadas, bruxas e monstros para o público ávido por este tipo de temática.

Abigail Cowen é “Bloom”

Por mais que a série seja completamente diferente do desenho, ela tem um tom nostálgico ao apresentar os especialistas. Além de citar o outro mundo, mostrar o dormitório das personagens principais e como elas se relacionam, e até mesmo os primeiros momentos em que a magia aparece.

A dinâmica da série é ótima e é de se esperar que tenha um bom desenvolvimento por conta dos problemas joviais, mistérios e muita ação. Se tivermos a chance de ter uma segunda temporada, ela irá vir com tudo.

Confira o teaser abaixo de Fate: a Saga Winx.

Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem