Resenha- Eu estou pensando em acabar com tudo

Com muito suspense, recebemos uma obra que poderia ir ao caminho tradicional literário, mas dá uma volta por cima surpreendente. A trajetória de ” Eu estou pensando em acabar com tudo” nos guia pelos conflitos internos de uma jovem que cogita terminar seu relacionamento com o namorado, Jake. Ela decidiu viajar com o rapaz para conhecer seus pais, na esperança de que isso a ajude a tomar a decisão.

E é assim que o livro começa: acompanhamos o casal no carro, indo rumo ao interior, enquanto conversam sobre a vida e ela, secretamente, reflete sobre a vontade de manter ou não o namoro. O início é um pouco monótono, por conta das conversas do casal, já que as reflexões são fundamentados de princípios lógicos e individualistas. Jake é o típico cara gentil e intelectual. Sempre com algo inteligente na ponta da língua e opiniões bem fortes sobre as coisas. Já a protagonista, cujo nome permanece um mistério. É claro que  se sente muito atraída por Jake, embora tenha o sentimento de que a relação não vai durar por incompatibilidade. Além disso, a moça também guarda um segredo: ela recebe diversas chamadas perturbadoras em seu telefone. Sendo que a pessoa que liga sempre deixa mensagens estranhas em sua caixa postal.

 

Resenha- Eu estou pensando em acabar com tudo
Com muito suspense, recebemos uma obra que poderia ir ao caminho tradicional literário, mas dá uma volta por cima surpreendente.

 

Nesse ponto o leitor já sente que há algo de muito esquisito na trama, ainda que ela pareça tranquila e mundana. Para deixar as coisas ainda mais interessantes, os capítulos narrados pela protagonista são intercalados com capítulos curtinhos, que se passam no presente. Esses acontecimentos consistem apenas em um diálogo de duas pessoas que não aparecem na trama. Elas estão discutindo sobre uma morte que aconteceu, falando sobre as circunstâncias e sobre alguém que não sabemos quem é. Esses capítulos auxiliam muito a criar o clima de tensão, porque você começa a temer pela segurança dos personagens. Porém, o livro ganha um tom totalmente diferente quando eles chegam na fazenda dos pais de Jake. Você vai sentir medo, mas não vai saber porquê.

É isso que Iain Reid transmite na narrativa. Se até a metade o livro é um tanto cansativo, depois que a obra ganha esse tom inquietante é impossível parar de ler. Dessa forma, o livro fica bem construído e surpreendente, quebrando todas as expectativas até o momento final. Incluindo que traz o conceito da memória como uma invenção, mesmo as lembranças de acontecimentos reais são floreadas e deturpadas pela nossa mente. Sendo que a trama evidencia o quanto as nossas mentes podem ser fascinantes e perigosas na mesma medida.

Portanto, através de uma construção crescente de tensão e até mesmo claustrofobia, “Eu estou pensando em acabar com tudo” apresenta uma história aflitiva e surpreendente. Ainda, apresenta uma reflexão aprofundada sobre o poder  da mente humana. Ou seja, o verdadeiro combo de medo e aprendizado.

Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem