Confira novidades para fevereiro da Companhia das Letras

Diante de vários lançamentos para o mês do carnaval, confira todas as novidades para fevereiro da Companhia das Letras. Aliás, o grupo conta com inúmeros títulos e gêneros exclusivos. Portanto, veja as novidades para fevereiro da Companhia das Letras:

Veja também- Companhia das Letras: Novidades literárias para 2024

-Companhia das Letras:

 A arte perdida das escrituras, Karen Armstrong (06/02) – Uma jornada vívida pelos textos sagrados de diferentes tradições. Com rigor acadêmico e um estilo acessível, é um convite para redescobrir a importância de obras canônicas que ressoam até hoje, como uma maneira de enfrentar o fundamentalismo religioso que os interpreta de forma míope e literal.

O grande experimento, Yascha Mounk (06/02) – Algumas democracias são homogêneas; outras são marcadas por hierarquias raciais ou religiosas — e nunca se viu uma democracia ao mesmo tempo diversa e igualitária. No entanto, atingir esse objetivo o quanto antes é fundamental para o sucesso da democracia em vários países do mundo.

Manual prático do ódio, Ferréz (06/02) – Lançado em 2003, Manual prático do ódio é um registro feito de dentro de uma periferia urbana muito diferente da de hoje. Vinte anos depois, esta nova edição é um convite para analisar esse passado recente, para entender o que mudou e, sobretudo, o que permanece igual.

O gaucho insofrível, Roberto Bolaño (06/02) – Reunindo cinco ficções e duas conferências, o último livro que Roberto Bolaño deixou para ser publicado. Uma coleção de obras-primas.

São Paulo nas alturas, Raul Juste Lores (20/02) – Sobrevoo sobre projetos como Copan, Conjunto Nacional, Galeria do Rock, edifício Itália, Bretagne, Paquita, entre tantos outros, São Paulo nas alturas apresenta a trajetória de arquitetos e empreendedores que deixaram sua marca na capital paulista, além de lançar luz sobre os erros e acertos nas escolhas urbanas que desenharam a cidade.

Sr. Loverman, Bernardine Evaristo (20/02) – Um livro inventivo, sofisticado e bem-humorado sobre identidades paralelas, estigmas sociais e o medo de encarar a verdade.

Estrela da manhã, Karl Ove Knausgård (20/02) – Um impressionante relato da vida de nove pessoas durante dois dias de agosto, enquanto uma estrela gigantesca e inexplicável surge no céu.

Tomás Nevinson, Javier Marías (20/02) – O último romance de Javier Marías, aclamado autor de Os enamoramentos e Coração tão branco.

Imagens imóveis, Janet Malcolm (20/02) – Nestes ensaios, a escritora permanece fiel a seu estilo ao construir uma autobiografia em seus próprios termos, por meio do encontro entre história, memória e fotografia.

Metrópole, Ben Wilson (27/02) – De Uruk e Babilônia até Shanghai e Lagos, passando por Bagdá, Veneza, Londres e Nova York, Ben Wilson nos conduz numa viagem pelos principais centros urbanos ao longo de milhares de anos.

Orfeu extático na metrópole (Nova edição), Nicolau Sevcenko (27/02) – Estudo de história da cultura que analisa o impacto das novas tecnologias nos processos de metropolização, tendo como ponto de partida a cidade de São Paulo e sua produção literária e jornalística nos anos 20, os ímpetos revolucionários, a explosão da arte moderna e o delírio frenético do jazz.

-Alfaguara:

Coelho maldito, Bora Chung (20/02) – Os contos presentes em Coelho maldito, livro finalista do International Booker Prize, transitam entre realismo mágico, folclore, horror, ficção científica e fantasia, partindo de elementos insólitos para narrar histórias assombrosas que tocam em temas profundamente reais. A coletânea é a primeira obra de Bora Chung, uma das mais notáveis escritoras sul-coreanas da atualidade, publicada fora da Coreia.

Cidades da planície (Nova edição), Cormac McCarthy (27/02) – No desfecho da premiada Trilogia da Fronteira, Cormac McCarthy entrelaça a trajetória de John Grady Cole (protagonista de Todos os belos cavalos) e de Billy Parham (protagonista de A travessia). Ligados pela natureza e marcados pelas aventuras da infância, os dois precisarão enfrentar as graves transformações do mundo em que vivem.

-Clássicos Zahar:

Mitos gregos II: edição ilustrada, Nathaniel Hawthorne (20/02) – Novas histórias da mitologia grega especialmente adaptadas pelo autor de A letra escarlate.

Veja novidades para fevereiro da Companhia das Letras

-Penguin-Companhia:

Vidas secas, Graciliano Ramos (08/02) – Um dos maiores clássicos da literatura brasileira e retrato de uma época, Vidas secas traz a história de uma família que, procurando uma vida melhor, enfrenta a seca do sertão, a fome, o desamparo e a violência das instituições.

S. Bernardo, Graciliano Ramos (08/02) – Obra magistral de Graciliano Ramos, S. Bernardo são as memórias de um homem que deseja se apoderar de tudo o que encontra, sem se importar com as consequências.

Angústia, Graciliano Ramos (08/02) – Uma história de ciúmes e loucura, Angústia é o relato de um homem inconformado por não ter consigo a mulher de seus sonhos.

-Objetiva:

Sem medo de ter medo, Tito Paes de Barros Neto (20/02) – Nesta nova edição revista e atualizada, o psiquiatra Tito Paes de Barros Neto mostra como é possível melhorar a qualidade de vida de pessoas que sofrem com quadro clínico de transtornos de ansiedade, compulsões e fobias.

-Suma:

Dolores Claiborne, Stephen King (26/03) – Publicado nos anos 1990 como Eclipse total e há décadas esgotado no país, um dos livros mais aclamados de Stephen King retorna ao mercado brasileiro em edição especial da Biblioteca Stephen King, com nova tradução e conteúdo extra. Dolores Claiborne é um suspense poderoso e inesquecível sobre uma mulher que esconde um segredo perturbador.

-Paralela:

A tempestade que criamos, Vanessa Chan (20/02) – Um romance fascinante sobre uma mãe malaia que se torna uma espiã improvável para as forças invasoras japonesas durante a ocupação britânica de seu país e as consequências chocantes que pesam sobre sua comunidade e família anos depois, com a ocupação japonesa.

-Seguinte:

Núbia: O despertar, Omar Epps & Clarence A. Haynes (06/02) – No primeiro livro desta saga distópica, um trio de jovens descobre que tem poderes incríveis e, para salvar seu povo (e a si mesmos), precisa enfrentar a ganância das elites de um mundo destruído pelo aquecimento global.

De novo, outra vez, E. Lockhart (20/02) – E se houvesse infinitos universos — e infinitas maneiras de se apaixonar? Em seu novo livro, a autora do best-seller Mentirosos explora as complexidades e possibilidades dos relacionamentos a partir do elemento de universos paralelos.

Confira também- Resenha: Esquisitona, de Sarah Andersen

-Fontanar:

Diário da sombra, Keila Shaheen (05/02) – Fenômeno do Tiktok, o Diário da sombra é um guia que oferece exercícios práticos e transformadores para enfrentarmos e integrarmos nosso inconsciente, em um processo que nos leva à autoaceitação, ao perdão e ao amor incondicional.

O livro que você gostaria que todas as pessoas que você ama lessem, Philippa Perry (27/02) – Com uma dose saudável de sensatez, os conselhos generosos de Philippa Perry sobre como lidar com os relacionamentos da sua vida vão te ajudar a se tornar mais sábio e feliz.

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO