Collateral é uma minissérie britânica produzida pela BBC que mexe com um lado obscuro do Reino Unido. A história começa com o assassinato de um entregador de pizza e se desenvolve até uma detetive descobrir uma conspiração que envolve traficantes de drogas, contrabandistas e espiões.

A premissa é simples que talvez não deixe o público muito instigado a assistir, mas sem dúvidas é uma série surpreendente que todo mundo, principalmente aqueles que gostam de uma boa série policial reflexiva, precisa assistir.

Pensando em deixar essa premissa ainda mais interessante, iremos listar 5 motivos para que Collateral entre na sua lista de séries para assistir. Vamos lá:

Resultado de imagem para collateral série

1- É uma minissérie

Tem coisa melhor que ver uma série rapidinho e já poder partir para outra? Não, né. Com Collateral você tem essa oportunidade. Você se deleita com os 4 episódios de 55 minutos sem enrolação, direto e bem objetivo que quando você percebe já está pronto para assistir outra coisa.

2 – É muito mais que uma série policial

Não se trata de uma série policial tipo CSI, digamos assim. Ela é uma grande crítica à política do Reino Unido e como os imigrantes, legais e ilegais, são tratados pela população. Existe uma investigação sobre um assassinato que acaba se expandido para o tráfico de pessoas no país.

É difícil vermos séries ou filmes que trataram sobre esse bloqueio dos imigrantes que o Reino Unido tem. O tráfico de imigrantes ilegais que deixa os envolvidos ricos e os pobres coitados que estão tentando uma vida melhor ainda piores do que já estavam.

3 – Não é apenas quem matou

A série não se desenrola para descobrir quem matou, logo no inicio descobrimos quem foi o matador de aluguel. Porém, a cada episódio descobrimos a cara de cada um e o motivo que levou o entregador de pizza a morrer. O interessante é ver como a polícia irá chegar nos verdadeiros criminosos.

Resultado de imagem para collateral série

4 – Temos uma Rabina assumindo uma igreja

Como se já não bastasse ser uma mulher assumindo uma igreja, ela ainda é lésbica e possuiu uma companheira! Tem coisa mais afrontosa que essa para a Igreja católica? Acho que não, e é maravilhoso como a série implementa esse tema na história. Ok que a personagem em primeiro momento não é muito relevante assim, porém só o fato de termos a presença dela ali já deixa algo marcado na história.

5 – Ponto de vista feminino

A série tem muitos personagens, alguns até irrelevantes, mas o que fica claro é que boa parte da história é narrada e contatada pelo ponto de vista de mulheres. Para começar, temos a detetive que assume o caso. Uma ex atleta que foi trabalhar na polícia e que sofre uma certa repressão do chefe por ser mulher e usar mais os instintos do que a razão. Segundo, temos uma militar abalada pela guerra que faz de tudo para servir o seu país. Além disso temos a Rabina, como citado anteriormente, e uma mãe solteira, viciada, que é capaz de fazer de tudo para ter o ex marido de volta.

Ou seja, temos várias personagens mulheres e cada uma com características diferentes, mas que possuem histórias que representam alguma crítica à sociedade.

Em resumo, essa é aquela série que não deixa você entediado, mesmo não possuindo grandes cenas de perseguição e tiroteio. Ela é simples e inteligente, deixando qualquer um perplexo e tentando entender como as coisas vão se desenrolar. Não existe uma torcida nem o bem ou mal, existe uma verdade e várias pessoas que influenciaram para que aquilo acontecesse.

 

FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso