...

Vingadores-Ultimato

Ao longos dos últimos 10 anos, a Marvel proporcionou momentos incríveis e e filmes que marcaram uma geração. É uma carta de amor aos fãs e aos mais de vinte longas que compõem essa franquia super-heroica. É uma experiência sensorial e emocional, carregada de bom humor, alma e uma pitada de tragédia. Agora em “Vingadores-Ultimato”, o clima já não é mais o mesmo.

Após perderem a guerra contra Thanos, os Vingadores tentam prosseguir suas vidas, mesmo que seja lembrados constantemente de sua perda. Eles se encontram de luto, sem perspectivas de futuro. Ainda combatem, porém não conseguem aceitar a perda de seus colegas. Essa é uma característica marcante do longa, com a maneira que eles lidam com a morte.

Vingadores- Ultimato
Tony Stark/Homem de Ferro ( Robert Downey Jr.) em “Vingadores- Ultimato”

“Custe o que custar”:

Rumo ao final desta longa aventura, era fato que é preciso manter o público fixado do início até o final, assim como foi “Guerra Infinita”. As três horas duração possuem uma variedade de emoções. Isso vêm junto com recapitulações de filmes antigos, participações especiais, easter eggsfan services, resoluções de arco e os momentos que dá vontade de pular da cadeira, tanta de alegria. Mas com tudo isso, o filme prende do início ao fim e, ainda, entrega uma experiência dramática e firma posições definitivas em relação aos destinos do MCU. Ou seja. você sai sem dúvidas do que vai acontecer com os personagens.

O Grande Desafio:

Além disso, Joe e Anthony Russo tinham tudo para parecer mais um capítulo final de novela. As exigências são enormes, o que limita a possibilidade de tomar riscos. Porém, eles escapam disso com um roteiro de ação que entusiasma e sem se estender em micro detalhes.

Não há estripulias narrativas ou grandes transformações na estética consagrada até então. Assim como batalhas bem coreografadas e frenéticas. Incluindo momentos de tragédia e melodrama como convém a um filme de despedidas, além de dezenas de referências às produções anteriores.

No entanto, ele é concebido de modo a garantir que os produtores não se esqueceram de nenhum personagem, não abandonaram nenhum filme, nem deixaram pontas soltas na Fase 3 do MCU. Num contorcionismo notável de montagem, toda cena permite um equilíbrio de tom. Isso vêm com piadas durante um funeral, revelações tristes ocorrem em plena batalha, um momento de ação irrompe durante uma tirada cômica.

Embora “Ultimato” não surpreenda pela proposta de cinema, trazendo música nos lugares esperados e reservando o grande confronto para o clímax, ele surpreende pelo refinamento do produto que oferece.

Vingadores-Ultimato
Heróis sobreviventes se reunindo em “Vingadores-Ultimato”

Porém, incomoda um pouco o fato de que nem todos os heróis tiveram seu momento de brilhar. É claro que os que sobreviveram são o principal destaque, mas poderiam ter explorado mais os outros personagens que aparecem na trama. Sem contar que alguns dos efeitos especiais são um pouco duvidosos.

Inclusão social com o clássico patriotismo:

Não se pode esquecer que este é o produto de uma indústria que precisa ao mesmo tempo honrar fórmulas de sucesso e trazer ao espectador algo que pareça novo. O longa honra o patriotismo americano, mas também se abre à noção de fraternidade internacional. Além disso coloca os heróis masculinos no centro da trama, mas inclui um pequeno aceno à liderança feminina.

Fomenta histórias de amor entre heróis e suas amadas, mas cita com naturalidade um romance gay. Ainda privilegia os personagens brancos, porém não esquece de destacar a importância de Don Cheadle, Anthony Mackie e o elenco de Pantera Negra.

Conclusão:

É fato que “Ultimato” traz sentimentos conflitantes, mas traz um final digno e merecido. Os leitores mais velhos são atendidos, e os mais novos também. São dadas conclusões merecidas a alguns dos mais respeitados personagens dessa saga, em construção por tanto tempo. Foram onze longos anos de produções episódicas, algumas delas sólidas e outras irregulares, mas sente-se que tudo levou a um destino honesto, suado e batalhado como tudo pelo que seus heróis lutaram e continuarão lutando.

A nova etapa está só começando, com novos filmes e séries. Com emoções inchadas, a Marvel Studios encerra este duradouro ciclo com êxito, provando também ser capaz de seu próprio feito impensável, na contracorrente de Thanos: dar vida a um universo todo.

Vingadores-Ultimato está em exibição nos cinemas!

Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI