...
Confira mais sobre "Os reinos partidos", de N. K. Jemisin

"Os reinos partidos", de N. K. Jemisin

Como um dos próximos lançamentos literários, “Os reinos partidos”, de N. K. Jemisin está prometendo ser um dos mais aclamados. Afinal, ela trouxe um mundo completamente diferente para o mercado editorial. Através da Galera Record, podemos ver que temos muito mais o que descobrir a respeito da obra. Além de ensinamentos que podemos aprender com os personagens. Desse modo, vamos falar mais de “Os reinos partidos”, de N. K. Jemisin:

Veja também: Conheça mais a carreira da autora N.K. Jemisin

Uma breve sinopse:

Na cidade de Sombra, logo abaixo da Árvore do Mundo, os becos brilham com magia dos deuses que vivem — e se escondem — entre os mortais. É lá que Oree Shoth, uma artista de rua cega, encontra um sem-teto, que brilha como o próprio sol em sua estranha visão, jogado ao lixo. Em um ato de bondade ela oferece um lar ao homem silencioso. E em troca, é envolvida em uma conspiração contra os seres mais poderosos do universo. Tudo o que Oree Shoth sonhava era encontrar a liberdade. Em vez disso, terá de enfrentar a vontade e a fúria dos deuses.

O que esperar da obra:

Em primeiro lugar, o que fascina com o primeiro livro da série foi o quão rica era a construção do mundo para uma série tão curta em páginas. Tanto que a construção dos personagens e da história são únicas. Especialmente sobre Deuses criados para um universo fictício.

Este foi um acompanhamento realmente descendente e, como o primeiro livro, temo um ótimo ritmo acelerado. N.K. Jemisin tem um talento especial para narrar histórias incríveis com personagens incrivelmente interessantes e complexos. Ela sabe como descomplicar também, e isso é o mais importante de tudo. Enquanto o primeiro é sobre a ascensão à divindade, este foi mais sobre a descendência dos Deuses, intrigante e muito original.

Não perca também:  Confira os lançamentos da editora Record de janeiro/fevereiro 

Evoluindo a Escrita:

Com toda a certeza, você quase podia ver Jemisin crescer como escritora e como pessoa. Á medida que o mundo se tornava mais vívido e mais real para ela do que as peças espalhadas de conhecimento que ela inseriu no primeiro livro. O estilo de escrita e as caracterizações também pareciam mais suaves e pessoais. Ainda mais, criou um enredo convincente que não depende de uma enorme reviravolta na história para encerrar sua história. Ou seja, tudo para conquistar o corações de milhões de pessoas.

Adquire já o seu exemplar: “Os reinos partidos”, de N. K. Jemisin

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO