...

Quando você é criança, sua imaginação e alegria podem voar longe, e você pode se tornar quem quiser. Desde uma princesa encantada até uma super-heroína. Cada dia, eu era uma personagem diferente e criava várias histórias que mantenho até hoje. E muitas delas foram criadas a partir de filmes que foram extremamente importantes. Então, mostrarei cinco filmes que marcaram minha infância e toda vez que vejo, me traz um gostinho de voltar aos anos 2000 (na minha infância).

  1. A Bela e a Fera

A história do casal mais lindo e imperfeito está presente na minha vida até hoje, e inclusive sei todas as músicas de cabeça. A Bela é a uma personagem que me influencia, principalmente por sua paixão por ler. Moradora de uma pequena aldeia francesa, Bela tem o pai capturado pela Fera e decide entregar sua vida ao estranho ser em troca da liberdade do pai. No castelo, ela conhece objetos mágicos e descobre que a Fera é na verdade um príncipe que precisa de amor para voltar à forma humana.

  1. O Corcunda de Notre Dame

Em Paris, durante a Idade Média, vive Quasímodo, um corcunda que mora enclausurado desde a infância nos porões da catedral de Notre Dame. Um dia, Quasímodo decide sair da escuridão em que vive e conhece Esmeralda, uma bela cigana por quem se apaixona. Para conseguir concretizar seu amor, ele terá antes que enfrentar o poderoso Claude Frollo e seu fiel ajudante Febo. Bem, esse filme era o típico que eu queria ver toda hora no vídeo cassete, por causa do Quasimodo. Ele me mostrou que uma pessoa não é um monstro por fora, e sim, se age como um.

Imagem relacionada
O Corcunda de Notre Dame – desenho Walt Disney
  1. Spirit – o corcel indomável

Saindo do mundo mágico Disney, Spirit é um filme que simboliza a força, o desejo pela liberdade e não seguir o que outros querem. No final do século XVII, em pleno oeste norte-americano, vive Spirit, um cavalo que resiste a ser domado pelo homem. Ele se apaixona por uma égua local chamada Chuva, e desenvolve uma grande amizade com um jovem índio Lakota chamado Pequeno Rio. Juntos eles acompanham a colonização do local onde vivem, percebendo as mudanças que a chegada da civilização faz em seu dia-a-dia.

  1. Shrek

Quem disse que um ogro não pode ser o herói da história? Parece que o jogo virou não é mesmo?! Em um pântano distante vive Shrek, um ogro solitário que vê, sem mais nem menos, sua vida ser invadida por uma série de personagens de contos de fada, que não têm um lugar onde morar, já que todos foram expulsos pelo maligno Lorde Farquaad. Determinado a recuperar sua paz, Shrek resolve encontrar Farquaad e com ele faz um acordo: todos os personagens poderão retornar aos seus lares se ele e seu amigo Burro resgatarem uma bela princesa que é prisioneira de um dragão. Porém, quando Shrek e o Burro conseguem resgatar a princesa, eles descobrem que seus problemas estão apenas começando.

  1. Procurando Nemo

Continue a nadar, continue a nadar…

Esse não tem como descartar, que é o melhor filme da Pixar (na minha humilde opinião) e que marcou a maior parte da geração 2000. Em seu primeiro dia de aula, esquecendo os conselhos do pai super protetor, Nemo é capturado por um mergulhador e acaba no aquário de um dentista. Enquanto Nemo tenta bolar um plano para escapar, seu pai cruza o oceano para resgatá-lo.

E tenho certeza de uma coisa: se você assistir ao filme, com certeza vai querer aprender a falar baleiês.

Imagem relacionada

 

 

 

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO