Qualquer livro que tenha uma vibe “o destino nos uniu” não tem como dar errado. Em Oito horas perfeitas, de Lia Louis, vamos nos apaixonar a cada página pela protagonista Noelle e por todo o seu drama de vida. Publicado pela editora Paralela, confira agora a resenha de Oito horas perfeitas.

Sinopse de Oito horas perfeitas:

Qualquer coisa poderia ter acontecido naquele dia. Mas Noelle nunca imaginou que uma nevasca fecharia a estrada e ela passaria a noite parada no trânsito, sozinha, sem comida, água ou um carregador de celular. E sequer pensou que, de repente, estaria sentada no carro do charmoso Sam, um norte-americano em uma breve visita à Inglaterra, tendo a melhor conversa de sua vida — por oito horas perfeitas. Mas Sam está a caminho do aeroporto e ambos sabem que, no dia seguinte, seus caminhos se separarão para sempre. Mas e se o destino reservar um plano diferente para eles?

Expectativas alcançadas

Quando peguei o livro eu jurava que teriamos uma história com clima natalino, mas me enganei. A história de Oito horas perfeitas passa bem longe do Natal, mesmo com a neve sendo o principal gatilho para a história se desenvolver.

Continuando a leitura eu me senti muito envolvida com o drama da protagonista Noelle. Por muitas vezes eu senti vontade de gritar com ela, dava razão para o ex, mas eu também queria acolhê-la porque era uma situação bem ruim. E todo esse meu envolvimento com a narrativa me fez ter bons momentos durante a leitura.

Mesmo a história sendo bem previsível, ela ainda é deliciosa de acompanhar. Noelle e Sam tem uma química logo no início, mas que muita das vezes me deixou um pouco confusa sobre o que esperar dele. Afinal, Sam tem uma pose de mistério, ele consegue ser bem frio e carinhoso ao mesmo tempo. Demora um pouco até ter certeza do que esperar do personagem, mas sem dúvidas a espera vale muito. E torcer por esse casal torna-se a coisa mais fácil!

Conclusão

Oito horas perfeitas é um livro curto, com uma narrativa bem leve e simples. Facilmente dá para ler em poucos dias. Todos os personagens têm seus arcos desenvolvidos e que vale acompanhar. Não posso dizer que fiquei surpreendida, como disse anteriormente é bem previsível a história. Contudo, a narrativa é tão cativante e o cenário tão aconchegante que a leitura passa a ser um ponto de conforto e muito prazerosa.

FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso