Quando comecei a ler O Príncipe Cruel já tinha visto muitas pessoas falarem muito bem dele, dizendo o quanto o livro é bem escrito, com personagens que você ama odiar e tudo mais. Como me conheço, peguei o livro sem nenhuma pretensão de gostar. Estava sim curiosa, mas com zero expectativas e foi a melhor coisa que eu fiz.

Sinopse: Uma garota mortal aprisionada em uma teia de intrigas reais. Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles – lindos e imortais – e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos. Especialmente o Príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo… e enfrentar as consequências. Envolvida em intrigas e traições do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue. Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs, e o próprio Reino. Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo.

Uma história de tirar o fôlego com personagens bem desenvolvidos

Logo nos primeiros capítulos de O Príncipe Cruel eu já estava envolvida com a situação dos personagens, principalmente da Jude. Todo o mundo féerico criado por Holly foi me envolvendo a ponto de ficar discutindo com as páginas do livro. Eram tantas emoções que eu queria deixar registradas que comecei a escrever conversas minhas com os personagens de tão conectada eu estava com a história.

Holly Black criou personagens incríveis, cheios de defeitos, problemas e ao mesmo tempo fortes. Cada um passa uma mensagem diferente que faz com que o leitor comece a refletir sobre as suas próprias atitudes. Por exemplo a própria protagonista Jude, ela é impulsiva, primeira age depois pensa no que fez, porém é verdadeira. Muitas vezes confesso que julguei ela, mas depois brigava comigo mesmo porque a Jude é real, você muita das vezes faz isso.

Quando cheguei na metade do livro eu não queria mais largar, simplesmente porque a história cresceu de tal forma, aquela movimentação dos personagens que fez tudo tomar outro rumo e você fala “SENHOR, QUERO MAIS”. Eu não gosto de virar a noite lendo, mas já eram 3 da manhã e eu não conseguia parar de ler.

Atenção! Possuiu cenas fortes!

Vale aqui ressaltar que o livro possui muitas cenas violentas e um banho de sangue, literalmente. Na verdade, você já começa a leitura com um baque bem grande de maldade que te deixa até um pouco com dúvida sobre a estrutura da história. Mas uma coisa é certa, o título faz jus ao enredo porque é muita crueldade.

Depois de quase 2 anos sem pegar uma fantasia para ler foi esplendido retornar a esse gênero com esse hino de livro. Claro que favoritei e estou ansiosa para começar O Rei Perverso, porém meu coração está gritando pedindo Queen of Nothing o quanto antes. (Obrigada @galarea pelo mimo de liberar ele ainda esse ano)

E sobre o ícone Cardan é o seguinte: comecei odiando mais que tudo e hoje eu estou aqui amando ele e fingindo que nunca falei mal.

 

Gostou? Compre O Príncipe Cruel na Amazon!

FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar?