...

Depois de trazido uma história sobre amor com assuntos profundos, vamos falar de “Lore Olympus (Vol.2)”, Rachel Smythe. Aliás, a versão repaginada e trazida para o mundo atual do mito de Hades e Perséfene está fazendo muito sucesso entre os leitores. Especialmente por trazer temas como abuso, fofoca e assédio. Mas, será que essa edição é tão boa quanto seu antecessor? Vamos descobrir comentando sobre “Lore Olympus (Vol.2)”:

Não perca também: Resenha- Lore Olympus (Vol.1), de Rachel Smythe

Contextualizando:

Dando sequência aos acontecimentos do primeiro volume, “Lore Olympus (Vol.2)” acompanha a história da deusa da primavera, Perséfone, e o deus do submundo, Hades. Lançado pela Editora Suma, temos uma releitura moderna que envolve cores, sentimentos e artes espetaculares. Perséfone passou por uma situação ruim recentemente, e uma ligação de Hades acaba por ajudá-la no momento sombrio. Com a conversa, o coração do deus do submundo parece cada vez mais inclinado em direção à deusa da primavera. O problema? Todo o Olimpo. Circunstâncias externas. Fofocas do mundo midiático. Conflitos particulares.
Esse quadrinho faz um trabalho excelente em relação ao visual e à leitura. Poisreconta o que conhecemos da mitologia grega de maneira criativa, sensível e extraordinária. O uso das cores para representar cada deus, e suas personalidades, a emoção que passam, o que carregam em seus emocionais. O rosa vivo da Perséfone, o azul gélido, mas chamativo do Hades. Cores alegres para o mundo real, cores sombrias para o submundo. De fato, é tudo muito bonito visualmente.

Diálogos profundos:

Por outro lado, temos diálogos interessantes, engraçados e genuinamente bem fluidos. As interações entre Hades e Perséfone continuam nos enchendo de alegria e trazendo reflexões profundas. Desde a solidão até o momento de sair da zona de conforto. Tem uma conexão muito forte entre os dois, uma que nasceu de repente e se tornou tão importante. Especialmente na nova etapa na vida da Deusa da Primavera.
Além disso, esse volume explora um pouco mais de tramas paralelas, como a interferência da Hera nas questões com a Perséfone e o Hades, o quanto Zeus é um safado, o drama com a amante do deus do submundo, humanizando o que parecia uma vilã. Tudo para que tenhamos uma certa compreensão da índole de cada personagem.

Conclusão:

Portanto,”Lore Olympus (Vol.2)” é perfeição do começo ao fim, provando que é tão bom quanto o primeiro.
Ainda é aquele tipo de história que você lê e devora sem perceber as páginas passando. Esse segundo volume, principalmente, que tem a questão de já ter nos apresentado seus personagens, criando aquela conexão e emoção por querer saber mais sobre eles, se desenvolve muito bem. Dessa forma, criando uma possibilidade de renovação entre uma história tão marcante.
Filmes de romance icônicos na MAX Filmes de romance com Glen Powell Lista com todos os filmes com Barry Keoghan Fantasias que são volume único Doze indicações da Intrínseca para o Dia do Orgulho Geek Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã!