...
RESENHA LAURA DEAN VIVE TERMINANDO COMIGO

RESENHA LAURA DEAN VIVE TERMINANDO COMIGO

Laura Dean vive terminando comigo, um lançamento da Intrínseca, foi escrito e ilustrado por dois nomes fortes do cenário feminino de quadrinhos, Mariko Tamaki e Rosemary Valero-O’Connel.

Neste projeto, trata-se de um drama LGBTQIA+ e retrata a história de Freddy Riley, uma menina de 17 anos que não consegue se libertar de seu relacionamento abusivo. Mesmo sabendo que vive esse pesadelo. Laura Dean é uma garota popular, descolada e muito linda, mas muito insensível. Com um namoro cada vez mais caótico e a beira de perder sua melhor amiga, Freddy aceita os conselhos da cigana que se consultou, recentemente. E esse caminho mudará totalmente o rumo de sua vida.

A HQ é super dinâmica, apesar da história girar em torno da mesma situação. Pois seu desafio é manter Laura Dean com o título de sua namorada. A personagem principal amadurece com o passar das páginas, e é um alívio ver esse desenvolvimento. Especialmente pelas duras etapas ela passa. Além do relacionamento tóxico, o quadrinho debate LGBTfobia, aborto, amizade, relação entre pais e filhos e outros assuntos que são muito presentes nos tempos atuais.

Não teria como esperar menos que uma história muito bem contada com ilustrações belíssimas. Já que o trabalho foi feito por essa dupla de mulheres incríveis. Mariko Tamaki tem mestrado em Estudos Feministas. Em seu currículo, além de prêmios como Caldecott Honor, Printz Honor e alguns Eisners, carrega também o nome de empresas grandes, como Dc Comics e Marvel, onde escreve sobre heroínas.

Rosemary tem um portfólio tão bom quanto sua parceira, trabalhando para a DC, Boom!, Studios, CAPY Games, Mondo Tees e muito mais. Seus trabalhos foram reconhecidos pela Society of Illustrators de New York e suas artes já foram agraciadas com Harwey e Eisner Awards.

O livro foi escrito e ilustrado por dois nomes fortes do cenário feminino de quadrinhos, Mariko Tamaki e Rosemary Valero-O’Connel.
foi escrito e ilustrado por dois nomes fortes do cenário feminino de quadrinhos, Mariko Tamaki e Rosemary Valero-O’Connel.

Ilustrações belíssimas

A ilustração presente no quadrinho é rica em detalhes, dos personagens ao cenário. A paleta de cores, preto e cinza com destaques de rosa, acompanha o clima da história. É uma obra linda, com traços característicos de qualidade indiscutível.

Apesar de reviver cenas tristes constantemente, Freddy tem a capacidade de inspirar jovens a buscar força para se libertar do que lhe incomoda, além de trazer mais representatividade ao cenário dos quadrinhos.

Laura Dean vive terminando comigo é uma narrativa delicada e honesta sobre amadurecimento e sobre aquilo que nos machuca e o que nos fortalece. Com belas ilustrações e personagens cativantes e genuínos, o livro nos convida a imaginar o que acontece quando deixamos para trás os relacionamentos tóxicos e abrimos espaço para as relações que verdadeiramente importam.

Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI