...

Finalmente li algo do Raphael Montes! Não cheguei a favoritar, mas com certeza Jantar Secreto foi um livro que me marcou.

Conheça o Jantar Secreto

Um grupo de jovens deixa uma pequena cidade no Paraná para viver no Rio de Janeiro. Eles alugam um apartamento em Copacabana e fazem o possível para pagar a faculdade e manter vivos seus sonhos de sucesso na capital fluminense. Mas o dinheiro está curto e o aluguel está vencido. Para sair do buraco e manter o apartamento, os amigos adotam uma estratégia heterodoxa: arrecadar fundos por meio de jantares secretos, divulgados pela internet para uma clientela exclusiva da elite carioca. Porém o prato escolhido para os jantares é carne de gaivota.

Poderia citar mil motivos para Jantar Secreto ter me marcado, um deles é óbvio que é o assunto principal: Canibalismo. A frieza que os personagens falam e tratam do assunto me assustou mais que os detalhes que estavam sendo narrados.

Não existe jornada do herói

Por falar em personagens, é incrível como Montes construiu cada um deles. Nenhum personagem, em o Jantar Secreto, está procurando redenção, não existe jornada do herói. Os personagens são escritos e apresentados para você sentir raiva, nojo e julgar o caráter deles. Talvez o que mais tenha me tocado foi o Miguel, que mesmo errado eu entendi que na situação dele não tinha muito o que fazer, tanto que acontece o que aconteceu…

Acompanhamos a história pela perspectiva do Dante, um personagem cheio de camadas, mas ao mesmo tempo não senti personalidade nele. Era muito conivente quando era do interesse. Mas mesmo com todos os problemas do Dante eu não o odiei mais do que odiei Hugo e Leitão. Não aguentava esses dois, não via a hora deles vazarem da história.

Cuidado ao colocar todos os detalhes

Agora falando da história. Gostei muito de como a narrativa vai crescendo e novas informações vão sendo inseridas e você nem vai notando. Quando me dei conta a história já estava maior do que eu poderia imaginar. É muito bom ser pego assim de surpresa porque dá para sentir que o autor teve um cuidado ao colocar todos os detalhes.

Terei que confessar que da metade para o fim eu já estava sem estômago para ler algumas partes, principalmente alguns detalhes dos cadáveres ou da matança. Mas eu estava ansiando pelo fim e finalmente saber como seria o desfecho. Afinal, o livro começa justamente um “desfecho” que deixa a história ainda mais interessante e fez com que eu ficasse ainda mais ansiosa para saber como chegou naquele ponto. Eu criei várias teorias e falhei vergonhosamente.

+ Leia também: Top 5 no Skoob: Raphael Montes

Caminhando para o fim, posso fizer que fui surpreendida com o plot. Não irei entrar em detalhes porque essa é uma resenha sem spoiler. Porém, o que me pegou e não me deixou favoritar foram algumas atitudes dos personagens e as vezes um exagero desnecessário de descrição das cenas mórbidas.

Conclusão

Jantar Secreto é um dos livros mais comentados do autor. Ame ou odeia o livro é muito bem escrito e possuiu um objetivo claro: incomodar. Além disso, a capa minimalista e o corte vermelho das páginas, é um detalhe de luxo que casa muito bem com o conteúdo. Vale dizer que não é um livro qualquer um, até mesmo se você gosta do gênero. Quer ler algo do Raphael Monte? Tente buscar algum outro livro para ser seu primeiro contato com a escrita do autor. Enfrente a carne de gaivota apenas se tiver estômago.

Filmes de romance icônicos na MAX Filmes de romance com Glen Powell Lista com todos os filmes com Barry Keoghan Fantasias que são volume único Doze indicações da Intrínseca para o Dia do Orgulho Geek Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã!