Leia mais sobre Post Malone, desde sua trajetória como rapper até o "The Town"

Cantor, compositor, empresário e produtor, vamos ver tudo sobre Post Malone, desde sua trajetória do rapper até o “The Town”. Afinal, o artista é um dos mais aguardados para o evento e promete trazer seus clássicos e novos hits. Algo que vai contagiar a multidão. Por isso, conheça mais de Post Malone, desde sua trajetória do rapper até o “The Town”:

Veja também- The Town: Veja as atrações de cada palco até agora

Tudo começou no Texas…

Austin Richard Post nasceu em Syracuse, no dia 4 de julho de 1995. Quando tinha 10 anos, se mudou com seus pais para Grapevine,Texas, e sempre jogou basquete. Aliás, seu pai era o assistente de diretor do time Dallas Mavericks, então conseguia bilhetes de graça para os jogos do time. Mas, o futuro astro começou a se envolver na música depois que começou a tocar violão e guitarra, entrou para a banda Crown The Empire, em 2010, aonde conheceu seu melhor amigo Isaque Monteiro.

Depois de ter cometido um erro durante uma apresentação, dispensaram ele. Porém, Post começou a produzir música quando tinha 16 anos, com programa FL Studio, gravou algumas músicas usando o programa e mostrou para alguns amigos da escola onde estudava, e assim já chamou uma atenção.

O primeiro single:

Ele começou a fazer sucesso e ganhar uma notoriedade em 2015, quando lançou no SoundCloud o seu primeiro single, “White Iverson”. A música bateu 1 milhão de streams muito rápido, chamando a atenção de sua gravadora Republic Records. Após seis meses, Post já era uma realidade no mercado do rap e da música, com sua primeira música. O sucesso do seu primeiro single fez com que ele tivesse destaque e isso o levou a algumas participações com os rappers, 50 Cent e Kanye West. Além disso, o artista se tornou amigo de Justin Bieber, que o convidou para abrir os shows da “Purpose Tour” nos Estados Unidos em 2016, que ai de fato, o levou ao estrelato absoluto.

O primeiro disco de Post Malone, “Stoney”, foi lançado em dezembro de 2016, e conta com 6 singles: “White Iverson”, “Too Young”, “Go Flex”, “Deja Vu” (parceria com Justin Bieber), “I Fall Apart”, e “Congratulations” (parceria com Quavo), música que quebrou records na carreira do cantor, e sem dúvida um hino pro rap/trap americano.

E o sucesso continua:

Após alguns singles lançados, Post veio com a pedrada “Rockstar”, juntamente a 21 Savege, a música que atingiu o topo da Billboard, e o levou ao palco em uma premiação ao lado de AeroSmith, é o primeiro single do segundo álbum de estúdio de Post Malone, intitulado “Beerbongs & Bentleys”.

Em seguida Post veio com “Pyscho” com participação do Ty Dolla Sign, e teve uma boa repercussão no cenário, seu mais recente lançamento foi “Better Now”, que ficou no topo das paradas. Em 2022, o álbum “Twelve Carat Toothache” marcou seu quarto Top 5 consecutivo no Top 200 da Billboard, e ganhou as melhores críticas de sua carreira até agora. Sem contar que foi indicado ao Grammy Awards em diversas categorias, pelas músicas “Rockstar”, “Sunflower”, entre outras.

Polêmicas e tretas:

Se tem algo que deixou Post Malone famoso, além de suas canções, foram suas polêmicas. Ele foi descrito como “Donald Trump do hip-hop” pela Republic Records. O executivo da gravadora acredita que as coisas que deveriam ter matado a carreira musical de Malone o tornaram mais popular. O rapper americano também foi chamado de “uma criança rica cujos pais deram entrada na música”.

Ele foi chamado de “abutre da cultura” várias vezes nas mídias sociais, bem como por diferentes publicações para se apropriar da cultura afro-americana. Em uma entrevista concedida a ‘GQ’ em 2018, Malone afirmou que é uma luta ser um rapper branco. Em uma entrevista em novembro de 2017 com o ‘NewOnce’, o cantor disse que a atual música hip-hop não envolve pessoas falando sobre “merda de verdade”. Ele também afirmou que “se você está pensando na vida, não ouça música hip-hop”. Após as declarações, Malone recebeu uma reação da mídia social, incluindo comentários cáusticos dos colegas rappers Vince Staples e Lil B.

Atração do The Town:

Post Malone, desde sua trajetória como rapper até o "The Town"
Post Malone durante o Rock in Rio 2022

No dia 2 de setembro, Post Malone vai trazer todos esses sucessos para o Palco Skyline do “The Town” com um mega show. Dentro do Autódromo de Interlagos, em São Paulo, veremos os diversos hits que marcaram sua carreira. Inclusive, os fãs brasileiros devem se tornar dos primeiros no mundo a conferirem de perto as versões ao vivo de Austin, novo disco de estúdio do cantor. Lançado no dia 28 de julho, já teve dois singles lançados: “Mourning” e “Overdrive.” Além disso, ele lançou “Chemical,” que também deve fazer parte da tracklist. Ou seja, o setlist do show do evento deve contar com diversas faixas novas. Tudo para termos uma experiência inédita com o rapper.

Confira também-The Town: O Evento que promete agitar São Paulo em 2023

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO