...

Com tantos clipes querendo ser representativos na comunidade LGBTQ+,  e muito deles, sejamos sinceros, fracassando lindamente, finalmente alguém conseguiu acertar. E acertar da forma mais singela, simples e inquestionável sobre o que é sentir atração, amor e conectar-se com a outra pessoa, independentemente do sexo. Com vocês, Only You da Little Mix.

Ontem, 13 de julho, foi lançado o clipe do single Only You, da Girl Band britânica Little Mix em parceria com Cheat Code, e podemos, sem sombra de dúvidas, afirmar que este é o melhor vídeo clipe das meninas.

Depois de tantos vídeos e de várias formas, este é o primeiro em que as quatro não fazem parte. Pelo contrário. O clipe lida com questões que, infelizmente, não são fáceis de identificar em nossa sociedade e principalmente na vida de uma adolescente. Alguns desses assuntos são, bullying, ser o que não é apenas para se adequar em certos grupos, uma família que impõe como se vestir, andar e até mesmo pensar.

O letra de Only You já é bem abrangente, falando que apenas uma pessoa específica pode consertar, afinal, com uma vida tão conturbada, ela espera encontrar essa pessoa para que enfim possa ser restaurada. No geral, nada é muito rebuscado e trabalhado, pelo contrário, é muito conto de fadas, com castelos de areias, Paris, entre outros. Mas o caso é que o clipe é tão completo que deixa a música com muito mais emoção e sentido. Porém, quando temos um clipe no meio, tudo se completa. O tema abordado no vídeo é feito com tanto cuidado e sentido que sem dúvidas chega até emocionar. Litte Mix e Cheat Code trazem Only You de uma forma que interpreta maravilhosamente as questões LGBTQ+

Com um visual bem diferente dos clipes anteriores, como comentado anteriormente, Only You traz Peyton List (The Outcasts e Diário de um Banana) como uma garota misteriosa que invade uma festa e sente algo bonito entre ela e uma outra garota deslocada na festa.

Em todo vídeo as duas mostram uma conexão que acontece logo de cara. O bonito é ver que as duas se completam de forma que é difícil identificar quem ali precisa da outra para consertar-se. Tudo acontece no olhar, nos movimentos, uma união sem questionamentos. No certo as duas precisam indiscutivelmente uma da outra para ficarem bem.

Porém, tudo é muito lindo, maravilhoso, mas não é um clipe que deixa memórias boas. É bem compreensível o final. Pois você tem que abandonar aquilo que você mais ama se isso for te deixar melhor, se essa for a única forma de consertá-lo, mesmo que você não fique bem.

O vídeo foi dirigido por Frank Borin e a música é apresentada na compilação da Love Island. Sem dúvidas essa foi uma das poucas vezes que Little Mix acertou em singles para apresentar um álbum. Essas garotas, fadas do mundo, a cada vez nos surpreendem mais, e o melhor, evoluem.

Depois dessa volta, ficamos ainda mais animados com o novo álbum da Girl Band. A única coisa que já podemos ter ideia é que será um CD cheio de significados, representatividade e com letras muito fortes.

Only you, only you. And no one else can fix me, only you

 

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO