...
Notre Dame

Hoje a França está em tristeza. A famosa catedral Notre Dame, em Paris, foi atingida por um incêndio nesta segunda-feira (15), um importante símbolo da cidade. O incidente ainda não teve as causas divulgadas, mas destruiu a torre do sino e o teto da igreja, que tinha séculos de história. Incluindo que é um dos lugares mais visitados da Europa e já serviu de inspiração para importantes obras da literatura.

Entretanto, o mais famoso deles é o romance O corcunda de Notre- Dame, ou como era conhecido “Notre Dame de Paris”. De autoria do escritor francês Victor Hugo, a obra foi publicada em 1831. Contudo, é um dos principais livros do período romantismo e um dos mais marcantes da história da França. Antes de tudo, vamos saber um pouco mais sobre o autor:

Victor Hugo:

Victor Hugo
O escritor Victor Hugo

Nascido no dia 26 de fevereiro de 1802 em Besançon na França, o escritor passou a infância em Paris. Em 1819 ganhou o concurso da Académie des Jeux Floraux, instituição literária francesa fundada no século 14. E no mesmo ano publicou, com seus irmãos, a revista “Le Conservateur Littéraire”. Junto com alguns escritores, Victor Hugo criou um grupo de jovens autores que deu origem ao romantismo.

Em 1827, o prefácio de sua peça de teatro “Cromweel” anunciou sua vontade de romper com as regras clássicas e o projetou como líder do movimento romântico na França. Três anos mais tarde, o lançamento da peça “Hernani” concretizou o rompimento com os valores clássicos. Po isso, em 1830, escreveu “Notre-Dame de Paris”, um romance que tinha a Catedral de Notre-Dame como cenário principal.

A obra:

Notre Dame
Ilustrações da primeira edição de “Notre Dame de Paris”(1889)

No livro, Victor Hugo não se limita a descrever apenas a antiga Catedral, mas ilustra historicamente a sociedade da Paris medieval. Além disso, apresenta os contrastes dos seus personagens, desde os pedintes e ciganos ao rei e à nobreza. A Catedral, construída em 1330, era a principal igreja de Paris. Além de importante local de oração, aceitava órfãos e pessoas que ali procuravam refúgio da lei. Ao contrário dos ideais burgueses, no livro de Victor Hugo, Notre-Dame também serve como abrigo de excluídos.

Dessa forma, a obra apresenta o personagem Quasímodo, um homem coxo e deformado que foi adotado pelo arcediago Claudio Frollo. É visto que ele acaba se apaixonando pela cigana Esmeralda, uma figura importante da história. Já que ela desperta duas formas de amor de Quasímodo e Dom Cláudio. O corcunda ama-a de uma forma desinteressada, enquanto Frollo nutre por ela uma enorme paixão, repleta de desejo sexual, embora muitas vezes se note uma grande ternura e carinho pela cigana.

Desde o seu lançamento, a história popularizou-se e foi adaptada aos teatros e ao cinema. Foi assim que a história recebeu o nome de O Corcunda de Notre Dame, principalmente, na versão animada dos estúdios Disney. Além disso, vários atores já encaram o longa, como Henri Krauss, Anthony Quinn, Mandy Patinkin e Anthony Hopkins.

Neste dia, temos lágrimas e chamas ao ar. É triste ver o que aconteceu com este importante ponto de devoção e turismo da capital francesa. Podemos não ter certeza do que irá acontecer com a Catedral no futuro. Porém, não será a última vez que ouviremos os sons de Notre Dame.

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO