...
Leia "Livro vs Filme" com "O Poderoso Chefão"

"Livro vs Filme" com "O Poderoso Chefão"

Sendo uma das produções mais relevantes da história, confira o famoso quadro de “Livro vs Filme” com “O Poderoso Chefão”. Afinal, o longa de 1972 se tornou um dos maiores clássicos do cinema. Ainda mais, um dos filmes mais amados de todos os tempos. Sendo que isso não é uma tarefa simples, visto que o longa adapta o livro homônimo de Mario Puzo. Mesmo que não se distanciam muito um do outro, existem algumas mudanças na produção de Francis Ford Coppola. Por isso, veja  as principais alteração através de Livro vs Filme” com “O Poderoso Chefão:

Não deixe de conferir: 50 anos de “O Poderoso Chefão”- 10 curiosidades sobre da obra

Jack Woltz:

Veja o "Livro vs Filme" com "O Poderoso Chefão"
John Marley foi Jack Woltz em “O Poderoso Chefão” (1972)

Em primeiro lugar, temos que evidenciar uma das principais diferenças na produção. Pois, no filme, o passado de Jack Woltz, antagonista da história, é deixado em aberto. Especialmente para ficar na imaginação do público. Apenas é mostrado que o personagem era um diretor de cinema. Por outro lado, Mario Puzo, autor da obra lietrária, detalha como era a vida de Woltz antes dos acontecimentos do enredo. Tanto que o leitor descobre as ações passadas e sobre a família do personagem, e também que ele é, na verdade, um pedófilo.

Veja também: Resenha do Livro “O Poderoso Chefão”

Racismo:

Agora, temos um dos elementos mais marcantes do livro, mostrando  a brutalidade da polícia com a população negra, ao segregar e prendê-los de forma injusta e racista. Isso tem muito destaque nas páginas da obra. No entanto, Francis Ford Coppola apresenta também, mas de um jeito bem menos sombrio, realista e cheio de detalhes.

Johnny Fontane:

Não perca "Livro vs Filme" com "O Poderoso Chefão".
Al Martino como Johnny Fontane dentro de “O Poderoso Chefão”

Em relação ao livro, a participação de Johnny Fontane no filme é limitada. No longa, o personagem ganha mais destaque apenas no casamento de Connie. Na produção literária, o leitor descobre e vê muito mais do personagem, como o passado, família, amigos e vida dele em Hollywood.

Tentativa de assassinato contra Don Vito Corleone:

Por Vito Corleone ser o patriarca de uma máfia poderosa e violenta, o personagem tem um alvo em sua cabeça praticamente toda parte do tempo. E nos livros é dito que ele quase foi assassinato, porém saiu praticamente ileso. A obra de Coppola, por sua vez, nem chega a mencionar esse acontecimento. Porém, não nega que tenha acontecido.

Destino de Calo:

Ao final do longa-metragem, Calo, um dos guarda-costas de Michael, acaba vivo e bem de saúde. Contudo, Puzo tomou uma decisão diferente, na qual Calo é morto, ao lado de Apollonia, em uma explosão de carro.

Leia também: Conheça os demais livros do autor Mario Puzo

Filmes de romance icônicos na MAX Filmes de romance com Glen Powell Lista com todos os filmes com Barry Keoghan Fantasias que são volume único Doze indicações da Intrínseca para o Dia do Orgulho Geek Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã!