O filme Valerian e a cidade dos mil planetas possui bons efeitos sonoros e, principalmente, efeitos gráficos especiais, o que agrega emoção as cenas de ação. Falando em ação, isso é uma coisa que não falta no filme, as vezes até parece que estamos em jogo de vídeo game tamanho são os efeitos.

Talvez o fato de terem se preocupado tanto em não deixar um filme parado é que acabaram esquecendo do roteiro, que se tornou meio café com leite, pois existem cenas que não deixam muito claro do que se trata, deixando a história um pouco bagunçada e acaba por não dar oportunidade para a história crescer. Por exemplo, logo no inicio existem cenas com bons conteúdos, mas que são esquecidas pelo exagero de ações e uma obrigação de criar um romantismo entre os protagonistas.

O enredo tinha tudo para ser mais agradável para o público do cinema, mas o cenário confuso e falta de contextualização tornou o filme perdido e com elementos que não se casavam. Sem contar um vilão, que nem era “vilão”, muito fraco e sem importância. Umas piadas muito das sem graças e momentos tão “?” também marcaram presença durante todo filme.

Imagem Google

Os protagonistas por sua vez, Valerian (Dane DeHaan) e Laureline (Cara Delevingne), tem seus pontos positivos, pois são atores que realmente incorporaram os personagens. Mas o roteiro fraco não permite que o público se apegue a eles. Sem contar o fato de forçarem um romance entre os dois que nem se explica o porquê e nem elaboram algo mais agradável.

Mesmo com muitos pontos negativos, é um filme bom para se analisar e nos posicionarmos diante da situação, de modo grosseiro, que é apresentada. Sem dúvidas a ideia geral da história era transmitir o sentimento de lealdade e perseverança. Uma forma de reflexão sobre as nossas atitudes de ante dos outros, principalmente inferiores, como os nossos egoísmos nos transformam e nos deixam cegos. Mesmo confuso, o filme narra, de forma futurística, o que a humanidade está vivendo, primeiro EU e minha GLÓRIA!

O filme Valerian e a cidade dos mil planetas foi baseado na HQ da francês-belga Pierre Christin de 1967. Atualmente o filme está em cartaz nos cinemas com distribuição da Diamond Films e já registrou mais de 191 mil ingressos vendidos.

 

Por: Thiago Afonso

FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar?