...
Dc comics apresenta “The Batman”

Crítica de “The Batman”

Ao longo dos anos, “The Batman” se tornou um dos heróis mais queridos da memória popular pelas várias adaptações que recebeu na arte. Afinal, sendo um personagem tão complexo e simbólico, já ganhou releituras que não só marcaram a história do cinema. Como também estabeleceram patamares muito altos para qualquer diretor que ousasse reimaginá-lo novamente. No entanto, o projeto, dirigido por Matt Reeves, é a sua versão mais profunda e enigmática já feita, até agora. E vamos falar sobre isso agora, detalhadamente:

Confira também: Melhores filmes de Batman, segundo Rotten Tomatoes

Explorando a história do Homem-Morcego:

Em primeiro lugar, “The Batman” não se propõe a refazer o caminho que Christopher Nolan, Tim Burton e tantos outros cineastas já trilharam. Mas sim explorar um universo que jamais havia sido tão bem retratado, com uma atmosfera própria e muito próxima da realidade em que vivemos. No longa, vemos o herói na busca pelo Charada (Paul Dano), criminoso que vem dizimando figuras notáveis de Gotham. Ainda mais, parece ter uma questão particular para resolver com o vigilante. Em paralelo à investigação oficial das autoridades, Bruce Wayne explora conexões no submundo da cidade que revelam a sujeira da corrupção e de uma rede terrível de influências.

Ou seja, trata-se de um suspense imersivo nos confins da cidade que nos apresenta ao lado mais sombrio do Homem-Morcego. Principalmente, sob a atuação brilhante de Robert Pattinson e os cuidados perfeccionistas de uma produção que beira o impecável. A obra também se concentra em destacar o lado investigativo do personagem, assumindo o clima de produções noir enquanto o herói procura desvendar os enigmas de Charada. Além disso, mostra como o seu entorno o transformou, assim como os seus feitos afetam a cidade. Tudo é meticulosamente pensado e com o ritmo de um tradicional suspense, envolvendo o espectador junto ao mistério.

Pattinson conquista um novo cargo:

Leia sobre “The Batman”
Cena de Bruce Wayne/ Batman (Robert Pattinson)

Falando em atuação, preciso dar o destaque para a grande estrela de “The Batman”. Pois Robert Pattinson dá vida a um Bruce Wayne jovem e perturbado pelos mistérios que a morte de seus pais deixaram. Ao contrário de Christian Bale, Michael Keaton e Ben Affleck que tiveram um perfil maduro, o ator trouxe um personagem inexperiente debaixo da armadura. Ainda no início de sua jornada, ele utiliza a carreira de vigilante como uma forma de escapar dos próprios traumas. Da mesma forma que está descobrindo como lidar com o legado que carrega como um Wayne.

É claro que pode dar a sensação que a representação de Bruce Wayne é muito secundário. Contudo, para a narrativa, traz a justificativa. Acima dos seus conflitos pessoais, Matt Reeves procura dar ênfase ao que o herói simboliza para a cidade. Tanto para os seus inimigos, quanto para a população. A nova versão do Homem-Morcego não herda a mesma figura heroica de outros filmes. Porém, busca refletir o medo que suas ações transmitem nos mínimos detalhes, desde os passos pausados ao entrar em uma sala até os combates mais duros.

Elenco Impecável:

Confira a crítica do filme "The Batman"
Batman (Robert Pattinson) e Mulher-Gato ( Zoë Kravitz) em “The Batman”

Em contraste com o protagonista, temos os demais membros do elenco que conquistam a nossa atenção durante as 3 horas de longa. Paul Dano como Charada e Colin Farrell como Pinguim cumprem extremamente bem o papel de antagonistas. Na verdade, eles dão o mérito e atenção que os personagens merecem, depois de anos sendo encarnados de forma cômica. Enquanto que Jeffrey Wright e Andy Serkis se mostram muito confortáveis em cena como Jim Gordon e Alfred, respectivamente.

Agora, a Mulher-Gato de Zoë Kravitz, não está presente apenas para ser um par para as ofensivas do Batman. Mas, também protagoniza seus dramas e oferece um olhar sobre as camadas mais pobres da sociedade, em que muitos acabam sucumbindo ao crime para sobreviverem. Por certo, interpretando uma peça fundamental para o desenvolvimento do enredo com uma química clara e forte com o Batman.

Conclusão:

Portanto, “The Batman” foge da zona de conforto criada pelos filmes de heróis e vai na contramão do que sempre deu certo. Inclusive, trazendo novos ares e mostrando que não é preciso seguir sempre a mesma fórmula para ter sucesso. Sem contar que a história é profundamente pessoal para Bruce Wayne e definitiva para a pessoa que ele está a caminho de se tornar. Logo que possui um elenco imperdível e que apresentou novas perspectivas a personagens tão conhecidos. Nesse hiato, roteiro, produção, fotografia e trilha sonora seguem a linha de qualidade e não só elevam o nível, como abrem as portas para novas abordagens aos filmes baseados em quadrinhos.

Filmes de romance icônicos na MAX Filmes de romance com Glen Powell Lista com todos os filmes com Barry Keoghan Fantasias que são volume único Doze indicações da Intrínseca para o Dia do Orgulho Geek Séries para quem amou Maxton Hall Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã!