Re:mind é uma série japonesa produzida pela TV Tokyo em associação com a Netflix, e como esperado, não decepciona. A história gira em torno de 11 meninas, estudantes do Ensino Médio e prestes a se formarem, que são sequestradas e acordam em uma grande mesa de jantar. O detalhe é que ninguém sabe como chegaram lá ou quem as levou para lá. O fato é que suas vidas estão em jogo.

A série já começa na sala de jantar com umas delas acordando, nos convidando a embarcar no mistério. Aliás, a trama não nos dá nenhuma informação prévia. Tudo que as meninas descobrem nós ficamos sabendo junto. Ninguém sabe mais do que o outro. Essa é a chave para se apegar ao show, pois ao longo da série vamos descobrindo juntos o que cada uma esconde e o motivo que as levaram até aquele momento. É como um quebra-cabeça onde as peças vão se encaixando. Os segredos fazem sentido e se entrelaçam de uma forma surpreendente.

+ 5 DORAMAS DE SUSPENSE E TERROR PARA ASSISTIR

Tudo gira em torno de um livro chamado “I Guess Everything Reminds You of Something”. A série legendou para “Tudo que você olha te faz lembrar de alguma coisa”. E, realmente, tudo presente no cenário de série tem alguma referência à algum acontecimento da vida delas. Isso é constantemente citado durante todo Re:Mind.

Resultado de imagem para RE:MIND netflix

Re:Mind é uma mistura de Pretty Little Liars com uma versão light de Jogos Mortais, pois envolve terror psicológico junto com ameaças e enigmas de alguém que ninguém sabe quem é. Ela começa como um terror, até que o drama entra e os dois gêneros se misturam. Entregando assim algo realmente inesperado. Podemos considerar mais um suspense com um toque de drama.

Opinião

A atuação das estudantes não é a das melhores, mas aos poucos, acabamos nos envolvendo com as personagens e o que cada uma esconde. O enredo te prende e você quer saber sim quem é a mente por trás de toda essa tortura. Apesar de uma reviravolta surpreendente no final, ele fica aberto para diversas interpretações sobre o que, de fato, aconteceu com as estudantes.

Se for para citar pontos negativos da série, seria a trilha sonora, que traz para determinada cena mais terror do que ela necessariamente pede. Analisando bem, o terror propriamente dito estava na trilha sonora um pouco mais obscura e nos ruídos dos objetos. A música de abertura mostrava-se, pela sua melodia, um pouco mais tendendo para o terror do que a série vendia. Entretanto, no último episódio é que se percebe o quão assustador de fato é essa música. Já o final, que apesar de trazer um culpado surpreendente, deixa margem para inúmeras interpretações.

Porém, apesar de todo drama, terror e suspense, a mensagem que Re:Mind passa é: Tudo tem volta. É a lei do retorno, ou seja, toda ação gera uma consequência. Além de trazer um questionamento: O que é justiça? O que é certo e o que é errado? A minha justiça pode não ser a mesma justiça para você e é essa a grande sacada de toda a trama, que nos faz refletir sobre o que consideramos ser certo, o que escondemos e como nos sentimos protegidos atrás de uma tela de computador ou de celular, e o que isso pode impactar na vida do outro. É uma reflexão e tanto que a série deixa na mente de quem assiste.

FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar?