...

“I’m just a poor boy, I need no sympathy. Because I’m easy come, easy go”

Depois de anos de promessas de um possível filme ou documentário sobre um dos artistas mais marcantes e excêntricos da história da música, finalmente foi lançado o trailer de “Bohemian Rhapsody“, que traz Rami Malek, que já venceu o Emmy por Mr. Robot, assumindo o papel de Mercury.

Recheado de hits, o vídeo mostra como o cantor conheceu e se juntou aos companheiros John Deacon (Joseph Mazzello), Roger Taylor (Ben Hardy) e Brian May (Gwilym Lee). Juntos, eles foram capazes de mudar a história do rock. Apenas observando o trailer que sabemos mais sobre a personalidade criativa e excêntrica de Farrokh Bulsara (nome real de Freddie), que nasceu na Tanzânia e foi para Inglaterra durante a adolescência, na época em que o rock estava passando por um processo de transição entre o estilo “Rockabilly” para o “Hard Rock”. Porém, o foco será na formação do Queen, ao lado de Brian e Roger, em 1971.

Uma curiosidade: o nome da banda inicialmente era Smile, mas assim que John entrou para o conjunto, foi alterado para o nome oficial.

 

Rami Malek como Freddie Mercury
Rami Malek como Freddie Mercury

Além disso, será apresentado o processo de criação de um grande clássico na qual Mercury fundiu o rock and roll com a ópera e criou aquela que é, até hoje, considerada uma das maiores gravações musicais da história. E também outros hits serão mencionados como: “We Will Rock You” e ” We Are The Champions”, assim como alguns dos maiores shows da banda.

Incluindo que a vida particular e a sexualidade do artista também serão relembradas, já que tem uma relação direta com a carreira musical. Sendo bissexual não assumido, era costumeiramente descrito como totalmente gay. Em dezembro de 1974, quando perguntado diretamente sobre sua sexualidade por um repórter do jornal NME, Mercury respondeu que “houve uma época em que ele era jovem e desprotegido”, e que teve sua “cota de humilhações escolares”, deixando implícito que ser gay o levou a ser discriminado por seus colegas de escola. Seu relacionamento com Mary Austin também é mencionado, já que foi o mais longo que teve e serviu de inspiração para “Love Of My Life”, outro sucesso do conjunto.

Passado na década de 70, Freddie tornou-se célebre pelo seu poderoso tom de voz e seus desempenhos energéticos que sempre envolviam a plateia, tendo sido considerado pela crítica como um dos maiores artistas de todos os tempos. Como compositor, Mercury criou a maioria dos grandes sucessos do Queen.

O filme será lançado no dia 1 de novembro e, com certeza, o espectador vai sair da sala de cinema cantando “I see a little silhouetto of a man”.

 

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO