Há alguns anos já trabalhando no desenvolvimento das suas próprias produções, a Netflix aproveitou o ano de 2018 para apresentar uma grande expansão em seu catálogo. Foi um ano realmente recheado por muitos títulos, inclusive estrangeiros, podendo até mesmo ser algo comparado ao que aconteceu em 2017. E com isso, é claro, muitos destaques surgiram ao longo dos meses, sendo agora o mês de dezembro contemplado com a estreia da adaptação grandiosa do livro Bird Box (Caixa de Pássaros no Brasil).

No início da trama, a protagonista está em estado de apatia. Recém-separada do marido, grávida de um bebê indesejado, pintando quadros sombrios que não são terminados, Malorie, interpretada por Sandra Bullock, tem sua vida virada de cabeça para baixo quando pessoas começam a cometer suicídio em massa pelo mundo inteiro.

Bird Box
Sandra Bullock em “Bird Box”

Com um roteiro bem definido e objetivo, o filme não tenta ultrapassar a sua proposta apresentada desde o seu anúncio, mas sim trabalhar da melhor forma possível dentro do que é apresentado ao público. A trama tem uma evolução precisa neste sentido, sabendo alternar entre flashbacks e a jornada da sua protagonista e seus dois filhos, enquanto também preenche muitas das lacunas e questionamentos que vão surgindo aos poucos. Incluindo que, o aspecto mais interessante é o fato de que a direção de Susanne Bier consegue até mesmo levar o seu espectador para a sensação de ficar às cegas em certos momentos, colocando o mesmo sob a visão dos seus personagens para que isso funcione de forma precisa e muito necessária em seu trabalho de imersão.

CONFIRA A RESENHA DO LIVRO: CAIXA DE PÁSSAROS

Além disso, destacando principalmente as grandes diferenças para a evolução do projeto, o mais interessante é ver um elenco realmente de grandes estrelas tomando conta do projeto. Nomes como Trevante Rhodes,  Rosa Salazar,  BD Wong,  Sarah Paulson e John Malkovich tem os seus momentos certos na trama, fazendo o espectador passar por diversos sentimentos envolvendo cada um deles. Porém, Sandra Bullock é claramente o grande destaque por conta do seu protagonismo, tomando conta da tela para si mesmo de uma forma surpreendente quando tem que contracenar somente com as crianças, conseguindo passar os momentos de tensão, angústia e compaixão tão necessários neste formato.

Bird Box
Cena de “Bird Box”

A verdade é que Bird Box, como já dito acima, entrega justamente aquilo que a sua proposta prometia. É inegável que sua trama apresente grandes expectativas e tensões dentro do que vai sendo abordado através da sua evolução. Outro ponto que também vale afirmar é que seu elenco é realmente um bônus necessário, já que foi bem escolhido e faz com que a menor das participações chame atenção do espectador e desperte certos sentimentos. Contudo, um problema surgirá no final, mesmo que não isto não seja realmente necessário de presença na trama. Por mais que falte algumas respostas para os acontecimentos, temos um filme bem elaborado e que apresenta bem sua proposta.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=o2AsIXSh2xo]

Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem