...

E você se foi. Sem ao menos dizer adeus ou contar o que, de fato, estava acontecendo com você. Me desculpa por não conseguir te ajudar, me desculpa por não ter sido capaz de perceber o que estava acontecendo com você. E agora fico aqui, sentindo falta da sua voz, do seu sorriso e imaginando pelo que você não passava.

Depressão é algo sério, é uma doença traiçoeira, que chega devagar, sem avisar, e quando você se dá conta, já te consumiu por inteiro. É uma doença silenciosa, e que arruína a vida de muita gente, principalmente de quem convive com ela. É uma dor que além da física, chega a ser insuportável, você não consegue explicar e não é fácil curar. A depressão tira seu mais lindo sorriso, sua razão de sorrir e de viver, pode te levar a ações irracionais, que você nunca imaginaria fazer, como por exemplo, tirar a própria vida. A Coreia do Sul se encontra entre os países com maior índice de suicídio. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o país tem a segunda maior taxa de suicídio no mundo.

Falando um pouco da minha relação com Jonghyun, quando entrei no mundo do K-Pop, SHINee foi um dos primeiros grupos que eu conheci e me apaixonei. O sucesso “Ring Ding Dong” foi um marco na minha vida. Conheci mais dos membros e do grupo em si, fiquei impressionada com aquele vocalista que me chamava tanta atenção. Sua voz, sua presença de palco, sua emoção ao se apresentar, sua espontaneidade nos programas de variedades, seu carisma natural e seu amor pelos fãs com certeza me fizeram te notar e te amar. Mas agora, você se foi.

Dói muito, é uma dor que não sei explicar direito em palavras. É como se eu tivesse perdido alguém muito especial, é um vazio que deixa. Dói pensar que não te verei mais cantando ou que te verei sorrindo ou se divertindo por aí. Quem iria imaginar que aquele doce sorriso guardava tanta dor.

Tinha um sonho sim de ir em um show do grupo e te ver cantando pra mim. Infelizmente é um sonho que não conseguirei realizar.

Pode ter certeza que nunca deixarei de falar que você foi um artista completo, com uma voz única. Seus atos, suas lutas, as bandeiras que defendia e toda sua carreira, jamais serão esquecidos.

Capital do K-Pop, a indústria esconde muita coisa. Jonghyun não foi o primeiro caso de idol com depressão. O que falta para as empresas tomarem uma atitude com seus artistas? Eles também são seres humanos, sofrem como qualquer pessoa. Eu espero, do fundo do meu coração, que as agências passem a prestar atenção nos seus idols e dar a devida assistência.

É muito difícil dizer o que se deve fazer para alguém que tenha depressão, mas acredito que pela minha procura na internet, o que se pode fazer é muito simples: se aproxime, mostre compreensão e preocupação, esteja presente, não julgue ou critique, ouça as preocupações da pessoa, aceite a complexidade da situação e ajude no tratamento que a pessoa passará. Não é difícil, é?

Enquanto a você, meu querido Jonghyun, que papai do céu te receba de braços abertos, pois você foi um anjo na terra, sempre trazendo um lindo sorriso e nos encantando com sua bela voz. Você com certeza vai fazer falta. Você fez bem, Jonghyun, vá em paz!

Retrato do cantor sul-coreano Kim Jong-hyun, da banda SHINee, durante seu funeral, dia 19/12/2017

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO