...

Hoje em dia, temos diversas adaptações e releituras de muitos filmes. Alguns podem ser extremamente bem sucedidos, enquanto que outros desastres totais. O fato é que entre modificações da história ou dos personagens nela, muitos filmes ganharam diversas versões ao longo do tempo, no qual podemos classificar como “remakes”. Pode até ser considerada uma forma de ganhar dinheiro, mas é inevitável que cada um guarde um toque de nostalgia e emoção ao público. Então vamos acompanhar aqui 6 títulos que tiveram em diversas versões de filmes feitos basicamente do mesmo material original e, às vezes, com tramas conduzidas de forma ligeiramente diferentes:

1.A Bela e a Fera ( 1946/1962/1976/1987/1991/2011/2014/2017)

A Bela e a Fera (1991)

A história de amor mais clássica do mundo ainda é retratada nas obras, tanto de maneira literal ou incorporada de outras maneiras. A versão escrita e dirigida por Jean Cocteau, em 1946, é famosa pela riqueza artística, com figurinos e cenários impecáveis. No filme, um segundo pretendente de Bela é apresentado pela primeira vez. Mesmo diante de todas as versões, a Disney conseguiu superar todas com uma das animações mais marcantes da história do cinema. Em 2014, foi lançado um longa-metragem francês baseado no conto, La Belle et la Bête, estrelando Léa Saydoux como Bela e Vincent Cassel como a Fera. No entanto, em 2017,dirigido por Bill Condon, a Disney trouxe de volta essa obra fantástica, no qual mantém a estrutura de musical com as canções criadas por Alan Menken para a animação de 1991, além de apresentar novas músicas.

 

2.Batman (1989/1992/1995/1997/2005/2008/2012/2016/2017)

Batman Begins(2005)

A história do homem-morcego é uma das mais famosas dos quadrinhos e também a mais relembrada. Perto do final da década de 1980, os estúdios Warner Bros. começaram a produzir uma série cinematográfica para o personagem, começando com o filme de 1989, Batman, dirigido por Tim Burton e estrelado por Michael Keaton. Burton e Keaton retornaram para o filme de 1992, Batman Returns, e em 1995, Joel Schumacher dirigiu Batman Forever, estrelado por Val Kilmer. Schumacher também dirigiu o filme de 1997, Batman & Robin, estrelado por George Clooney. O longa  foi mal recebido tanto pelos críticos quanto pelos fãs do personagem. Depois de um longo tempo em que múltiplos scripts foram desenvolvidos para um possível quinto filme, a Warner Bros decidiu reiniciar a franquia em 2005 com Batman Begins, dirigido por Christopher Nolan. Nolan também dirigiu a sequência de 2008, O Cavaleiro das Trevas, com Bale reprisando seu papel. O terceiro, O Cavaleiro das Trevas Ressurge, foi lançado nos cinemas do Brasil no dia 27 de Julho de 2012. Alguns anos depois, Ben Affleck incorpora Bruce Wayne para o Universo estendido da DC, no qual foi apresentado a partir de “Batman vs Superman: A origem da Justiça”, uma leve participação no “Esquadrão Suicida” e como um dos protagonistas de “Liga da Justiça”.

 

3. Homem-Aranha (1977/2002/2012/2017/2018/2019)

Homem-Aranha (2002)

Além de Batman, outro herói também teve sua origem recontada diversas vezes. Em 1977, Homem-Aranha surgia para o mundo dos filmes, com uma versão para TV que serviu de piloto para uma série chamada O Espetacular Homem-Aranha, de 1978. A série não durou muito mas foi a primeira adaptação do herói para as telas. Em 2002, Sam Raimi trouxe Peter Parker, a história da aquisição dos seus poderes e como sua vida mudou em virtude disso. A versão de 2012 revisita o mesmo conceito da história de origem, com algumas alterações, em especial o par romântico de Peter. Foi então que recebemos Tom Holland em 2016 em “Capitão América: Guerra Civil” e introduziu o ator no universo cinematográfico da Marvel. Depois, veio seu filme solo em 2017, “Homem-Aranha: De Volta ao Lar”, e junto com “Vingadores: Guerra Infinita”, no ano seguinte. Em 2019, além do novo filme dos Vingadores, teremos mais uma obra do amigo da vizinhança: Homem-Aranha: Longe de casa. Sem contar que, “Homem-Aranha no Aranhaverso” recentemente, foi lançado e está conquistando crítica e público.

 

4. Godzilla (1954/1955/1984/1998/2014)

Godzilla (2014)

O rei dos monstros foi um grande sucesso no Japão, mas teve pouca visibilidade no mercado norte-americano. Nem chegou a ser lançado comercialmente, apenas em festivais de cinema de grandes cidades. Em 1998, Hollywood tentou, pela primeira, vez abordar a história, mas algumas modificações não agradaram a audiência e o filme recebeu críticas mistas. No entanto, foram em sua maioria negativas, tanto do público americano quanto japonês. Na tentativa de corrigir os erros, Hollywood tentou novamente em 2014 e dessa vez acertou. Com o primeiro filme de um universo maior de monstros, Godzilla recebeu avaliações positivas e tem uma continuação atualmente agendada para 2020.

5. King Kong (1933/1976/2005/2017)

King Kong (2005)

Um dos maiores monstros da história dos filmes, que surgiu em 1933, e está, até hoje, na lista dos melhores filmes já produzidos, fazendo uso brilhante de stop-motion. Com o avanço da tecnologia, certamente uma refilmagem aconteceria.Em 1976, veio então o remake, recebendo Oscar de Melhores efeitos especiais, além de indicações para categorias de melhor Fotografia e Som. Os remakes, de 2005 e 2017, também foram extremamente bem sucedidos, com premiações e bilheterias pomposas. Na obra, um cinegrafista fracassado, em sua tentativa desesperada de fazer um best-seller, contrata uma atriz recém-desempregada chamada Ann Darrow e embarca em um navio fretado para a Ilha da Caveira. Lá, eles encontram uma tribo de nativos que veneram um gorila gigante, de nome Kong. Ann Darrow é sequestrada e oferecida como sacrifício a Kong. Para recuperá-la, os tripulantes, o cinegrafista e o escritor do filme têm que enfrentar dinossauros, insetos gigantes e o próprio gorila, que se apaixonou pela atriz.

6. A noite dos mortos vivos ( 1968/1990/2006/2011/2014/2017)

A noite dos mortos vivos (1968)

O filme de terror que mais refilmagens do que nunca. Nesse clássico do gênero, sete estranhos ficam presos em uma casa de fazenda isolada, enquanto zumbis canibais – despertados da morte por um teste radioativo no espaço – promovem um incansável ataque, matando e comendo qualquer um em seu caminho. A primeira versão foi duramente criticada por sua violência, mas rapidamente se tornou um clássico cult. O primeiro remake, em 1990, foi considerado enfadonho por ser tão parecido com o original que “não havia nem motivo para ver os dois”. Utilizando tecnologia 3D, o remake de 2006 apostou na imersão extra. Devido ao filme não ter sido devidamente registrado para direitos autorais, mais e mais remakes foram surgindo, com uma nova versão do filme em 3D que estreou em 2017.

 

Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO