...

Obs: Prepare- se porque aqui não terá filme clichê de amor

O cinema sempre se acostumou com aquele clássico filme de um homem e uma mulher que se conhecessem e vivem felizes para sempre. Porém, também existem filmes chocantes para a sociedade. Desde que nasceu já existiam filmes eróticos e na década de 1920 a homossexualidade era retratada em filmes mudos. A representação do amor entre minorias nunca deixou de existir. No entanto, desde a virada dos anos 2000, o cinema começa a trazer ao público mais amplo, mostrando que toda forma de amor pode ser normal. Para isso, apresentaremos cinco filmes que retratam o significado do amor, sem ser tradicional e preconceituoso. Então vamos lá:

1. Meninos não choram ( 1999)
Esse comovente drama conta a história sobre um garoto transexual (Hilary Swank). A história se torna ainda  a ainda melhor ao retratar com respeito a paixão pela garota cisgênero Lana (Chlöe Sevigny). Esse filme relata não só sobre o amor e a ligação que o casal possui, mas sobre as dificuldades que as pessoas transgêneras sofrem até os dias atuais.

2.A cidade do futuro ( 2018)
O drama brasileiro expõe o preconceito de uma pequena cidade contra uma história de amor entre três pessoas: Milla (Milla Suzarte), Gilmar (Gilmar Araújo) e Igor (Igor Santos). O filme expande a noção de família através do afeto entre eles e ainda sobre os relacionamentos triplos. Uma forma extremamente moderna e diferente.

Filme Ela 2013
Ela ( 2013)

3. Ela ( 2013)
Um homem solitário (Joaquin Phoenix) se apaixona por um sistema operacional (voz de Scarlett Johansson). É um belo e triste retrato dos relacionamentos contemporâneos e como usamos a tecnologia para preencher o vazio pessoal. Ao invés de criticar, ele mostra como pode ser positivo de uma certa forma, mas também pode ser prejudicial ao ser humano.

4. A Garota Ideal
Ryan Gosling interpreta um sujeito que acredita estar apaixonado por uma boneca erótica. O mérito do filme é tratar isso de maneira respeitosa, sem recorrer ao ridículo, passando da patologia de Lars à autoaceitação, além de mostrar o quão solitário o ser humano pode ser e se tornar.

5. Com amor, Simon.
Aos 17 anos, Simon Spier (Nick Robinson) aparentemente leva uma vida comum, mas sofre por esconder um grande segredo: nunca revelou ser gay para sua família e amigos. E tudo fica mais complicado quando ele se apaixona por um dos colegas de escola, anônimo, com quem troca confidências diariamente via internet. Além de retratar as dificuldades de se assumir e de autoconfiança, mostra que toda forma de amar é comum e que ninguém deveria mal tratar isso.

Filme Com amor, Simon 2018
Com Amor, Simon (2018)
Bridgerton (3ª): O esperar da parte dois? Séries para você assistir no Dia das Mães As Melhores Trilhas Sonoras de Todos os Tempos Filmes de terror para assistir em maio 2024 FANFICS QUE VIRARAM FILMES PRODUÇÕES SOBRE FÓRMULA 1 A verdade sobre Bebê Rena Rota literária: conheça o aplicativo para leitores Top Filmes com ex-RBD FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO