Se você chegou até essa resenha é porque conhece a trilogia Cidade dos Fantasmas de V.E Schwab. Então, sem mais delongas, vamos falar sobre o último livro da trilogia, Ponte das Almas.

Depois de conhecer os fantasmas de Edimburgo e os poltergeists de Paris, Cass acha que está pronta para qualquer tipo de situação sobrenatural. Mas nada poderia prepará-la para Nova Orleans.

Enquanto seus pais filmam o terceiro episódio de seu programa de TV sobre as cidades mais mal-assombradas do mundo, ela precisa lidar com nada menos que um emissário da própria Morte. O trabalho dele é simples: levar aqueles que já desafiaram a morte para o lugar além do Véu. Pessoas como a própria Cassidy, que adquiriu a habilidade paranormal de ver e se comunicar com fantasmas após um terrível acidente quase tirar a sua vida.

+ Leia também: Resenha: Vampiros nunca Envelhecem

Vale a pena lutar com a morte?

Esse é de longe o melhor livro da trilogia. Além de uma conclusão bem amarrada, a temática dele foi bem desenvolvida através da Morte. Fala muito sobre o medo que temos da morte, até que ponto está em nossas mãos fugir dela e principalmente: lutar por quem gostamos.

Viver com medo da morte é o principal tema do livro e vamos acompanhar o desenrolar das aventuras perigosas de Cass. É muito gostoso ler e viajar para a história. Contudo, mesmo com um enredo simples e rápido, tem muito para nos ensinar.

Aventuras instigantes

Assim como os outros livros da trilogia, durante a leitura de Ponte das Almas temos muitas cenas de ação, emoção e mistério. Porém, neste último livro também temos um tom bem divertido e muitas cenas instigantes que irá fazer o leitor não querer largar.

A nossa protagonista é muito especial, tem quem ame, tem que deteste, porém não podemos negar que ela tem personalidade. É uma personagem marcante e muito bem escrita pela V.E, que mais uma vez entregou uma personagem bem perto de pessoas reais.

+ Leia também: 6 livros de V. E. Schwab para você conhecer

Conclusão

Ponte das Almas fecha a trilogia Cidade dos fantasmas de forma bem gostosa e com gostinho de quero mais. Além disso, Schwab mostra o quanto é uma autora versátil e criativa, pronta para atingir qualquer público. Eu recomendaria a leitura para idades acima de 14 anos.

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO