Confira a obra de Katie Crenshaw e Ady Meschke, "Meu Corpo Pode"

Confira a obra de Katie Crenshaw e Ady Meschke, "Meu Corpo Pode"

A obra de Katie Crenshaw e Ady Meschke, “Meu Corpo Pode” é uma celebração da liberdade de se expressar da maneira que a criança escolher. Junto com belas ilustrações que incluem múltiplas diversidades. Mas, acima de tudo, temos a chance de aprender e mostrar para a próxima geração que não precisa ter ódio ou restrição quando falamos de nossos aspectos físicos. Vamos ver mais a respeito de “Meu Corpo Pode”?!

Veja também: Conheça o livro “Meu Corpo Pode”, de Katie Crenshaw e Ady Meschke

Aprendendo sobre a diversidade:

Em primeiro lugar, precisamos reconhecer a importância de termos uma obra infantil com um assunto tão importante. Afinal, a infância é uma etapa que podemos receber mensagens complicadas. Atualmente, há movimentos em prol da liberdade e da valorização dos mais variados corpos. Dessa forma, o livro incentiva, com imagens e frases positivas, o amor próprio. Ainda mais, mostrando a uma garotinha e todas as coisas maravilhosas que ela pode fazer em sua vida.

Dessa forma, abriremos uma porta para uma geração que terá mais consciência de seus aspectos físicos. Também, as crianças poderão entender que não precisam lutar por um padrão inalcançável. Aliás, “Meu Corpo Pode” ensina que não precisa haver restrições na vida de ninguém, principalmente quando elas estão ligadas à distorções de sua imagem.

Veja a resenha do a obra de Katie Crenshaw e Ady Meschke, "Meu Corpo Pode"

Ilustrando uma realidade possível:

Em seguida, temos que comentar que o livro está lindamente brilhante, de forma que todos deveriam ler, velhos e jovens. Inclusive, uma ilustração impecável. Especialmente por representar todo o conceito da narrativa. A mensagem é transmitida com clareza e que a obra se concentra no que um corpo pode fazer.

Diante de todo esse material, que vem com palavras envolventes e ilustrações delicadas, irão auxiliar famílias a abordarem, de maneira lúdica e divertida, conceitos fundamentais para o entendimento da criança. Por exemplo, partes íntimas, o poder de dizer não e a importância do diálogo aberto com um adulto de confiança. Tudo para que o pequeno esteja começando a se preparar para o mundo afora.

Conclusão:

Portanto, “Meu Corpo Pode” foi incrivelmente significativo e maravilhoso, celebrando a positividade do corpo feminino como ele é. Sem contar que o livro é encerrado com tanta representação e afirmação positiva, mostrando que todas as formas, tamanhos e cores vêm com beleza. Além de ser muito bem escrito e agradável de ler, até para mim que sou adulta. Também é a prova de que podemos quebrar paradigmas e ensinar de maneira respeitosa.

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO