Leia mais sobre o filme "Através da Minha Janela"

Crítica de "Através da Minha Janela"

“Através da Minha Janela” (A través De Mi Ventana) é a nova produção da Netflix que, talvez, não cairá no gosto de todos. Afinal, é voltado para o público que curte romance hot. Além disso, reúne todos os elementos que o gênero compõe. Ou seja, homens perfeitos, encontro desencontrado, meninas sem jeito e por aí vai. Mas, é claro que vamos aos poucos e falar mais da obra:

Veja também: Produções para você ficar de olho em Fevereiro

Uma breve sinopse:

Com direção de Marçal Forés e adaptado do livro da autora Ariana Godoy, “Através da Minha Janela” apresenta Raquel. Cuja vida se resume a trabalhar em uma lanchonete de um parque, sair com os seus dois melhores amigos, estudar e focar na escrita. Principalmente, observar pela janela do quarto o seu vizinho alto, atlético, misterioso e lindo como um deus grego, como o próprio nome dele já diz.

Ares Hidalgo é a paixão secreta dela, mas os dois nunca trocaram uma palavra.  No entanto, a situação muda quando a garota descobre que o vizinho vem usando o seu wi-fi sem permissão. Algo que lhe dá coragem para confrontá-lo e também falar com ele pela primeira vez. Assim, os dois iniciam um jogo de atração e obsessão enlouquecedor, que vai mostrar a Ares que Raquel não é apenas uma garota tímida e insegura.

Não perca também: Indecente- Filme da Netflix inspirado no livro de Nora Roberts

Uma paixão duvidosa:

Filme "Através da Minha Janela" inspirado em livro
Casal protagonista de “Através da Minha Janela”

Como não li o livro, não farei comparações entre a adaptação e a obra original. Contudo, é nítido que o intuito da protagonista é fazer com que esta paixão platônica se torne realidade. O que torna a produção um verdadeiro jogo de interesses e dúvidas constantes. Embora não tenha a leveza de outras produções adolescentes, a razão pela qual a protagonista apaixona-se pelo “cara perfeito” permanece desconhecida quando a personalidade do garoto é vista de perto. Na verdade, tanto Ares quanto Raquel possuem uma afinidade quase nula. Por isso, é difícil “comprar” a paixão que sentem um pelo outro. Sendo que tentam justificar os sentimentos através das sequências mais intimas, mas, no final, tem a função de preencher o vazio da história. Conclusão, não emitem efeito no que diz respeito ao enriquecimento do enredo.

Agora, enquanto um filme necessita de se encaixar por volta de 1h30 de produção, temos aqui um exemplo de estender cenas que nem precisavam de tanta duração. Pois, chega ser cansativo focar tanto tempo em cenas sem desenvolvimento. Ao invés de acrescentar ou explorar mais os detalhes que poderiam tornar o trabalho mais dinâmico. Convenhamos, existe um grande necessidade e rapidez de correr para as cenas de sexo.

Enredo Clichê:

Confira mais sobre "Através da Minha Janela"
“Através da Minha Janela” é inspirado no livro de Ariana Godoy

Após a rapidez com que “Através da Minha Janela” corre para explicar seu universo, o roteiro estagna em uma mesma lacuna vista em looping. O romance do casal ultrapassa seu limite em relação a suas ramificações. Ainda mais, o suspense criado em volta dos reais intuitos de Ares, não funcionam para comoção. Tanto que é um item já usado no gênero, frequentemente.

Contudo, o arco do rapaz, que de repente se metamorfoseia em um extremo longe de sua persona inicial, é o único que se modifica. Além de não serem revertidos, alguns caminhos que trilham determinados personagens não começam nem terminam. Estando ali para desempenhar clichês ambulantes, como a melhor amiga bonita e desapegada de Raquel, e o clássico melhor amigo apaixonado. Só que a relevância destes é micro para a construção da narrativa.

Conclusão:

Portanto, “Através da Minha Janela” não traz nada de novo, é a mesma história em um lugar e em uma língua diferente. Sendo que temos elementos criados e descartados, ao mesmo tempo. E também o uso de cenas de sexo como o principal foco de produção. É claro que pode até agradar fãs do gênero.  No entanto, não vai além disso. Provavelmente, nos irá render 3 filmes de muitas brigas e sexo de reconciliação pelo próximos anos.

FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar?