Vamos começar o ano falando de novidade? Vem que te conto os lançamentos da editora Companhia das Letras para o mês de janeiro. Atenção que tem para todos os gostos, de Stephen King a Jorge Amado.

Suma

A Longa Marcha, Stephen King (sob o pseudônimo de Richard Bachman) (13/01) – A Longa Marcha é uma narrativa distópica sobre uma competição em que os participantes não têm mais nada a perder, além da própria vida. O romance inaugura a nova coleção da Suma que reúne os livros de Richard Bachman, pseudônimo que Stephen King usou para assinar histórias angustiantes e surpreendentes.

Porém Bruxa, Carol Chiovatto (17/01) – Romance de estreia de Carol Chiovatto, autora finalista do Prêmio Jabuti 2021, Porém Bruxa é uma fantasia urbana impossível de largar. A nova edição da Suma contém uma carta inédita aos leitores, além de dois contos extras.

Até os ossos, Camille de Angelis (31/01) – Vencedor do Alex Award de 2016, Até os ossos deu origem ao filme homônimo de Luca Guadagnino (diretor de Me chame pelo seu nome), estrelado por Taylor Russell e Timothée Chalamet, e narra a trajetória de Maren, uma jovem com tendências canibais que, após ser abandonada pela mãe, inicia uma jornada à procura do pai e em busca de respostas. Tiragem limitada com sobrecapa tie-in do filme.

Seguinte

Mil batidas do coração, Kiera Cass (17/01) – A criadora do universo de A Seleção volta às páginas com uma nova história envolvente e emocionante sobre o amor proibido entre uma princesa e um soldado do reino inimigo.

Paralela

Síndrome da boa garota, Elle Kennedy (12/01) – Cheio de romance, cenas quentes e desejo, Síndrome da boa garota é o novo livro da autora da série Amores Improváveis.

Alfaguara

Calunga, Jorge de Lima (06/01) – Publicado originalmente em 1935, Calunga é, em grande medida, fruto do assombro de Jorge de Lima diante do sofrimento humano, que conheceu muito de perto nas inúmeras viagens que fez pelo interior alagoano como médico. Mais conhecido do grande público por sua importante obra poética, o autor se revela aqui também um imenso romancista.

Caixa Todos os romances, Luis Fernando Verissimo (11/01) – Luis Fernando Verissimo, um dos escritores mais celebrados do Brasil, é famoso por suas crônicas e seus personagens emblemáticos. Dos mais de oitenta títulos publicados, seis deles são romances, agora reunidos neste box: O jardim do DiaboO clube dos anjosBorges e os orangotangos eternosO opositor, A décima-segunda noite e Os espiões.

Quadrinhos na Cia

Che: Uma vida revolucionária, Jon Lee Anderson, ilu. José Hernández (30/01) – O premiado jornalista norte-americano Jon Lee Anderson e um dos mais talentosos quadrinistas do México, José Hernández, unem forças nesta memorável e impactante graphic novel sobre a vida de um dos personagens mais emblemáticos do século 20.

Zahar

Elementar, Tim James (18/01) – Dos gregos antigos aos alquimistas modernos dos séculos XX e XXI, o professor e químico inglês Tim James apresenta uma história surpreendentemente acessível sobre a busca da humanidade pelos elementos químicos e a engenhosa forma que se criou para classificá-los.

Nos confins do Seminário, Jacques Lacan (24/01) – Seminário de Jacques Lacan (1953-79) foi o cerne de suas comunicações, mas tanto antes quanto depois ele tomou a palavra para transmitir seu ensino. Neste volume, os leitores terão acesso à última comunicação de Lacan, denominada “Conferência de Caracas”, que foi pronunciada em julho de 1980, na abertura do Encontro Internacional do Campo Freudiano. Esta edição traz ainda três cartas de Lacan nos primórdios da Escola da Causa Freudiana.

Lacan redivivus, Org. Jacques-Alain Miller & Christiane Alberti (24/01) – Lacan redivivus retrata em sua essência aquele que renovou a experiência psicanalítica: o homem, seu caráter, seus laços de afeto e a maneira como construiu seu ensino a partir de sua ideia pessoal de mundo.

A terceira / Teoria de lalíngua, Jacques-Alain Miller e Jacques Lacan (24/01) – A terceira é a última conferência de Jacques Lacan em Roma, por ocasião do VII Congresso da Escola Freudiana de Paris. Teoria de lalíngua é o pronunciamento subsequente de Jacques-Alain Miller, no qual ele discorre sobre esse conceito fundamental, retomado por Lacan em sua fala aos participantes. É ainda uma celebração ao mestre e um manifesto.

Objetiva

O que sobra, Príncipe Harry (10/01) – Com uma honestidade total e incontornável, O que sobra é um marco editorial, cheio de inspiração, revelações, introspecção e sabedoria, conquistada com muito esforço, no que diz respeito ao eterno poder do amor sobre a perda.

Superaprendizagem, George Marmelstein (13/01) – Neste livro, o leitor vai compreender quais são as habilidades necessárias para aprender o que quiser com mais efetividade para alcançar o máximo desempenho cognitivo em todas as atividades. Ele nunca mais será o mesmo depois de aplicar em sua vida os princípios da superaprendizagem.

Companhia das Letras

A morte é uma festa (Nova Edição), João José Reis (06/01) – Um dos maiores clássicos da historiografia nacional, em nova edição revista pelo autor.

Aquele mundo de Vasabarros, José J. Veiga (06/01) – Sob o regime dos Simpatia — família no poder há sete séculos —, Vasabarros é uma cidade triste, cinza e hostil. Lá, a submissão parece ser a única forma de sobrevivência.

Gabriela, cravo e canela (Edição Especial), Jorge Amado (09/01) – Um dos romances de maior sucesso de Jorge Amado, Gabriela, cravo e canela conta, a partir de uma história de amor que marcou época, uma bela crônica do período áureo do cacau na região de Ilhéus. Edição especial em capa dura, com prefácio inédito de Josélia Aguiar, posfácio de José Paulo Paes e ensaio visual de Goya Lopes.

Sem fôlego, David Quammen (12/01) – Com uma narrativa eletrizante, o autor de Contágio — livro que, em 2012, já havia levantado hipóteses corretas de como seriam as principais características da próxima epidemia global — reconstitui a busca dos cientistas para entender o SARS-CoV-2, traçar sua origem e combatê-lo.

Latim em pó, Caetano W. Galindo (16/01) – Com o intuito de expor o trajeto de formação da língua portuguesa, o novo livro do professor, tradutor, pesquisador e escritor Caetano W. Galindo instiga o leitor a se questionar sobre o idioma que utiliza no dia a dia.

O Jardim das Hespérides, Laura de Mello e Souza (20/01) – Em O Jardim das Hespérides, a historiadora Laura de Mello e Souza articula quatro dimensões do imaginário do século XVIII acerca do território de Minas Gerais, num livro que reflete sobre a relação dinâmica entre homem e natureza e seus desdobramentos para a constituição social e cultural da região mineira.

Poesia, Paulo Mendes Campos (23/01) – Paulo Mendes Campos foi uma das vozes que revolucionaram a crônica brasileira, mas o que nem todos sabem é que também poeta de primeira estirpe. Há décadas esgotados, seus livros de poemas voltam às prateleiras neste único volume, que inclui ainda uma seleção de poemas esparsos e uma amostra do Paulo Mendes Campos tradutor.

O avesso do bordado, Mariana Filgueiras (27/01) – A história de Marco Nanini se confunde com a própria história da dramaturgia brasileira. Depois de quatro anos de pesquisa, a jornalista Mariana Filgueiras apresenta aos leitores a trajetória e o legado desse artista inigualável, que criou personagens inesquecíveis no cinema, teatro e TV.

LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar? A Cantiga dos Pássaros e das Serpentes: vale a pena ver? Se o personagem do seu filme favorito fosse uma animação da Pixar Livros de Edgar Allan Poe em A Queda da Casa de Usher Músicas que falam sobre términos Livros com jogadores de futebol americano para você ler Livros do Grupo Editorial Record para o Dia das Crianças Conheça Cyberpunk 2077: Nenhum acaso AMOR E LIVROS! ENTREVISTA EXCLUSIVA COM JENNA EVANS WELCH, AUTORA DE AMOR E GELATO