Mais uma vez a autora Sarah J. Maas surpreende com uma história de tirar o fôlego com Cidade da Lua Crescente! Ela é autora da série Trono de Vidro (contendo 6 volumes principais e dois extras) e a trilogia Corte de Espinhos e Rosas (com 1 extra – spin off). Sarah se consolida, acima de tudo e cada vez mais, como uma grande escritora de alta fantasia. Mas caso você, leitor, queira adentrar essa maravilhosa história, se atente pois a classificação indicativa desse livro é de +18 anos!

Para quem não sabe, alta fantasia, em resumo, é quando uma história se passa completa ou maior parte em um universo completamente criado para ela. Porém, uma outra característica que pode ser citada é a presença de seres mágicos, magia e coisas que não existem na nossa realidade.

Mas voltando para a resenha de hoje, vamos à sinopse do livro:

Sobre o livro

Com quase 900 páginas (exatas 896), somos envolvidos sem perceber em uma história incrível. O ambiente é bem construído, assim como os personagens e as tramas. Ao mesmo tempo que somos inseridos em conflitos que nos deixam tensos e sem acreditar no que estamos lendo.

A sinopse mostra uma ideia geral de que caminho a história vai seguir como nos apresenta aos personagens principais. Porém, por incrível que pareça, você terá mais choques que o normal ao realizar essa leitura se você simplesmente não souber de nada do que está por vir. 

Resenha “Cidade da Lua Crescente”

Para alguns – principalmente para quem não está acostumado com a sua escrita – o livro pode parecer meio arrastado e confuso. Sarah descreve bastante os lugares, os personagens e suas histórias. No começo pode parecer difícil de entender, entretanto, logo tudo começa a fazer sentido e ir se encaixando. 

CONHEÇA OS UNIVERSOS CRIADOS POR SARAH J. MAAS

São muitos personagens, diversas culturas diferentes são abordadas. Criaturas que você provavelmente irá no google uma ou duas vezes pesquisar para saber como elas são. Mas isso é o que torna tudo ainda mais rico. Uma coisa que eu adoro fazer é procurar no pinterest fanarts (artes feitas por fãs) para ter uma imagem dos personagens na mente. Não sei vocês, mas eu sou muito ruim de imaginar seres fantásticos e isso ajuda! Mas cuidado com possíveis spoilers.

Eu particularmente não descobri rápido quem era o grande vilão da historia e quem estava por trás de tudo. Achei que tudo foi colocado bem aos pouquinhos na trama, te levando a criar várias teorias ao invés de saber de cara o que estava acontecendo – e com quem. 

Por que é bom?

Na minha opinião, o que torna o livro bom é o fato dele ser para maiores de 18 anos. Mas me deixe explicar! Esse é um fator positivo porque nós vemos que a autora não precisou se limitar em absolutamente nada. O livro possui linguagem imprópria,  violência, uso e de drogas, cenas mais quentes, apologia a diversos crimes, entre outras coisas. Pode parecer que eu citei apenas coisas negativas, mas são coisas que foram bem encaixadas na narrativa e combinaram com os personagens. 

O livro fala sobre anjos, sobre demônios, sobre féericos e outros seres mágicos. Não podemos esperar que eles sigam as nossas regras ou vivam como nós. 

Junta esse motivo com o citado mais acima e temos uma combinação extraordinária e viciante. 

Compre na amazon.

FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar?