Você com certeza já deve ter ouvido a música ‘Gangman Style’ do rapper sul coreano PSY, que até abril de 2015 foi o vídeo mais visto do YouTube, ou até mesmo do grupo BTS, que conquistou as paradas musicais dos Estados Unidos, com direito à apresentação ao vivo no VMA. Mas você sabe que estilo é esse que pegou o mundo inteiro de surpresa e como ele surgiu?

K-pop, abreviação de Korean Pop (em tradução livre, música pop coreana ou música popular coreana) é um gênero musical que surgiu na década de 1990 na Coreia do Sul, com o principal objetivo de ajudar a economia de um país em época de crise devido à redemocratização política atravessava.

Mais conhecida por Coréia do Sul, a Republica da Coreia fica localizada no sudeste asiático, e que após a Segunda Guerra Mundial, se separou da Coréia do Norte e se tornou um país autônomo e capitalista.

Resultado de imagem para BTS
BTS

Tudo começou com a queda do regime militar que dominava o país e com o processo de redemocratização que aconteceu entre as décadas de 1980 e 1990, fazendo com que as leis, que até então limitavam qualquer entrada de conteúdos estrangeiros de informação, fossem flexibilizadas. Isso fez com que fosse determinado o fortalecimento e a diversificação da produção da cultura coreana.

Porém, foi apenas com a crise dos Tigres Asiáticos, no final da década de 1990, que o país entrou de vez em uma fase capitalista, que tinha como objetivo aumentar o mercado interno e passar para o mercado de exportação. A partir de então, surgiu a Onda Hallyu, que foi uma investida do governo e empresários sul-coreanos nos potenciais da exportação da cultura pop e de uma indústria cultural que pudesse chegar aos outros países asiáticos, ainda incapazes de produzir a própria cultura, como a China e o Japão. Foi o primeiro passo da Onda Coreana, também conhecida como Onda Hallyu.

Girls’ Generation

 

Início do famigerado K-Pop

Com objetivo de expandir a produção cultural sul-coreana tanto para consumo nacional quanto internacional, políticas e práticas foram criadas e direcionadas para esse crescimento.

O primeiro produto dessa investida foi o grupo “Seo Taiji and Boys“, que teve sua estreia em 1992 pelo canal de televisão sul coreano, MBC. O estilo era muito diferente do que se estava acostumado na época, trazendo uma mistura de músicas ocidentais, mas ainda não sendo considerado o K-Pop que conhecemos. Porém, o trio recebeu uma resposta positiva por parte do público jovem da época, pois misturava elementos tanto nacionais quanto internacionais.

Resultado de imagem para Seo Taiji and Boys
Seo Taiji and Boys

Seo Taiji and Boys foi considerado o promissor do K-Pop atual, pois fez com que as indústrias que comandavam na época repensassem e se preocupassem com outras formas de entretenimento além da música. Com isso, foi criado um “sistema de ídolos”.

O que seria esse sistema? Basicamente, a junção de produção e administração de seus artistas. Ou seja, quando as empresas juntam diversas maneiras para treinar e desenvolver talentos. A primeira grande empresa a aderir essa fórmula foi a SM Entertainment, que até hoje, é uma das maiores agências de talento do cenário cultural sul coreano.

O primeiro produto desse sistema de ídolos foi o grupo H.O.T.  Composto por cinco membros, com sua estreia em 1996, eles foram criados a partir de uma pesquisa realizada pelo fundador da SM com um grupo de meninas para saber o que elas esperavam de seus ídolos.

O sistema deu tão certo para a SM que outras agências surgiram no mercado, como a JYP Entertainment e YG Entertainment (sendo seu fundador um dos membros do grupo Seo Taiji and Boys). Elas são consideradas a “Big 3” do K-Pop, ou seja, as três maiores, e de maior influência, agências de talentos.

Com objetivo de conquistar além da Coréia com seu estilo de música, as três agências redefiniram seu “sistema de ídolos” para que os trainees fossem treinados para se comunicarem com toda a Ásia.

A “Onda Coreana”, também conhecida como Onda Hallyu, começou a tomar forma. A expressão se referia à cultura coreana que começava a ganhar força no território asiático, e com isso, no final dos anos 1990, o K-Pop também conseguia o seu destaque.

Mas foi só em 2009 que a Onda Coreana ultrapassou a barreira asiática, quando a música “Nobody” do grupo feminino Wonder Girls, agenciada pela JYP Entertainment, emplacou na Hot 100 da Billboard, o maior chart de música dos Estados Unidos, durante semanas.

FILMES DA TRILOGIA X DIRIGIDOS POR TI WEST Filmes originais da Netflix que são adaptações literárias Livros com o casal Ídolo e Fã! Filmes que são Dark Fantasy 6 livros da editora Intrínseca para o Dia Internacional da Mulher Histórias de Akira Toriyama Livros com o casal Grumpy x Sunshine FILMES DIRIGIDOS POR HAYAO MIYAZAKI NO STUDIO GHIBLI LANÇAMENTOS IMPERDÍVEIS DA EDITORA VERUS NO MÊS DE FEVEREIRO FILMES DE ANIMAÇÃO QUE TAMBÉM SÃO COMÉDIAS ROMÂNTICAS LIVROS SOBRE MITOLOGIA GREGA, ALÉM DE PERCY JACKSON LIVROS QUE LEMBRAM “TODOS MENOS VOCÊ” ONDE ASSISTIR OS INDICADOS AO OSCAR 2024? LANÇAMENTOS DA EDITORA ALT EM 2024 Livros que serão adaptados em 2024 Contos natalinos para você ler no Kindle Unlimited Willy Wonka: Conheça as versões do personagem Expansão “Aluga-se” do The sims 4: O que esperar?